Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Opinião
Bagão Félix 13 de Novembro de 2012 às 23:30

Uma greve geral parcial

No dia seguinte à greve nada se altera e essa consciência de impotência é um dos problemas que as forças sindicais ora enfrentam.

  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...
Hoje é dia de greve geral parcial.

Parcial por duas razões: ao contrário da de há um ano, sem a UGT o que lhe retira uma significação maior. E porque, como sempre, se centraliza em actividades públicas, em autarquias, nos transportes públicos, e nas maiores cidades. Diluindo artificialmente a fronteira entre quem de facto faz greve e quem é impedido de trabalhar (mormente por causa dos transportes) ou prejudicando os utilizadores mais desprotegidos do Estado Social.

Claro que se compreendem as razões desta forma de protesto. A situação de muitas famílias é dramaticamente difícil ou precária, e o número de desempregados - que nem greve podem fazer - é brutal. Coincidência ou não, hoje será um dia em que mais pessoas perderão o emprego.

Mas uma dita greve geral não se pode banalizar. No dia seguinte à greve nada se altera e essa consciência de impotência é um dos problemas que as forças sindicais ora enfrentam.

É pena, porque tudo se esfuma em palavras de ordem e discursos compulsivos, assim se perdendo propostas orçamentais e económicas da CGTP que poucos conhecem e que até têm pontos importantes e interessantes para uma discussão alargada e séria.

Esta greve é, igualmente, uma "prova de vida" para uma central sindical agora com novo líder, como é mais um alerta para o Governo.

Uma "prova de vida" num tempo em que a relação de forças no mundo laboral se apresenta difusa, quase inorgânica, casuística e, não raro, muito desigual.

Um alerta para o Governo que deve interpretar os seus sinais na dimensão mais humana que está por detrás da visão macroscópica da crise. A austeridade exige um ponderado equilíbrio entre personalismo laboral, competitividade económica, coesão social, justiça distributiva e incidência familiar.

Economista e ex-ministro das Finanças em governo PSD/CDS

Ver comentários
Saber mais opinião
Mais artigos de Opinião
Ver mais
Mais lidas
Outras Notícias