Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Opinião
André Veríssimo - Diretor averissimo@negocios.pt 20 de Fevereiro de 2015 às 00:01

Insistir no erro

A destruição de um quarto da economia, uma taxa de desemprego de 25%, mais de um terço da população em risco de pobreza e uma dívida pública insustentável parecem matéria suficiente para que, com humildade, se questione o rumo do programa de ajustamento grego.

  • Partilhar artigo
  • 8
  • ...

Por responsabilidade do próprio governo de Atenas, a alteração das condições de um programa de ajustamento particular transfigurou-se num debate europeu sobre a austeridade e a credibilidade de vários governos da zona euro. Talvez fosse inevitável. Certo é que contribui para radicalizar as posições.

 

Negócios Premium
Conteúdo exclusivo para assinantes
Já é assinante? Inicie a sessão
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone
  • Conteúdos exclusivos com melhor da informação económica nacional e internacional;
  • Acesso sem limites, até três dispositivos diferentes, a todos os conteúdos do site e app Negócios, sem publicidade intrusiva;
  • Newsletters exclusivas;
  • Versão ePaper, do jornal no dia anterior;
  • Acesso privilegiado a eventos do Negócios;
Ver comentários
Saber mais Grécia Austeridade Dívida Troika
Mais artigos do Autor
Ver mais
Mais notícias Negócios Premium
+ Negócios Premium
Capa do Jornal
Informação de qualidade tem valor. Invista. Assine já 1mês / 1€
Mais lidas
Outras Notícias