Cronista
André Veríssimo Diretor

André Veríssimo é diretor do Negócios desde Novembro de 2017, tendo iniciado funções na direção em 2013. Antes foi editor de Mercados Financeiros durante seis anos. Licenciado em Comunicação Social pela Universidade Católica, foi jornalista de Internacional e Economia na revista Focus. Antes de se juntar à equipa do Negócios esteve três anos no Semanário Económico, onde foi editor. Recebeu por duas vezes o prémio de jornalismo económico do Santander Totta/ Universidade Nova de Lisboa na categoria de Mercados Financeiros. Nasceu em 1976 e vive em Lisboa.

André Veríssimo O mal está feito. Evite-se o pior 13.08.2019 André Veríssimo
O título acima podia ser sobre a greve dos motoristas e a necessidade imperativa de as partes se sentarem e negociarem um acordo equilibrado que lhe ponha um ponto final. Não, é sobre uma realidade bem mais complexa e que pode ter efeitos bem mais perniciosos.
André Veríssimo Independência ameaçada 07.08.2019 André Veríssimo
Na visão que Donald Trump tem da nova ordem mundial cabe, a par do protecionismo económico e do desprezo pelo multilateralismo, o fim da independência dos bancos centrais de que a Reserva Federal tem sido um modelo.
André Veríssimo Os motoristas vão sozinhos 06.08.2019 André Veríssimo
Face ao caos social e ao prejuízo desproporcionado para milhares de médios e pequenos negócios que uma greve prolongada terá, restam poucas dúvidas de que os motoristas não terão consigo o país. Essa é a sua maior fragilidade.
André Veríssimo A grande guerra desta década 05.08.2019 André Veríssimo
A luta de galos entre Donald Trump e Xi Jinping escalou para um novo patamar de consequências difíceis de prever. A desvalorização histórica do yuan é ao mesmo tempo uma defesa e um poderoso ataque. Os efeitos colaterais do conflito comercial, a grande guerra desta década, vão sentir-se ainda com mais força.
André Veríssimo Maioria absoluta? 04.08.2019 André Veríssimo
O PS deve ou não ganhar com maioria absoluta? A questão tem feito correr muita tinta, e ainda que as sondagens lhe atribuam uma escassa probabilidade, a possibilidade de ela se vir a concretizar é, neste momento, o maior temor dos restantes partidos, mas em particular do Bloco de Esquerda, que tem feito deste o tema central da pré-campanha.
André Veríssimo A teoria da relatividade legal  31.07.2019 André Veríssimo
O argumento de Augusto Santos Silva para defender o Governo no caso do filho do secretário de Estado da Proteção Civil que tem negócios com entidades públicas é de que "a interpretação literal fechada da lei de 1995 conduziria ao absurdo".
André Veríssimo A pechincha solar 30.07.2019 André Veríssimo
O primeiro leilão solar em Portugal foi um sucesso para o Governo e para os consumidores: muita procura e lotes arrematados com os preços de energia mais baixos que já se viupelo mundo. Fica, no entanto, uma dúvida: terá ficado assegurada a rentabilidade que permite viabilizar os projetos?
André Veríssimo A parábola das golas 29.07.2019 André Veríssimo
É um clássico esta história das golas. Contratos públicos entregues a empresas de gente com ligações pessoais ou partidárias, sem critérios objetivos, em que o Estado acaba lesado na qualidade e, ao que parece, também no preço. É o que se vislumbra; caberá ao Ministério Público aferir se há matéria potencialmente criminal.
André Veríssimo Onde a geringonça mais falha 10.07.2019 André Veríssimo 35
António Costa disse-o no debate: "A história fará a sua justiça a seu tempo." Tem razão. Só mais à frente seremos capazes de avaliar se nos últimos quatro anos de legislatura o Governo tomou as decisões certas ou, igualmente importante, perdeu a oportunidade de tomar as que se exigiam. Por exemplo: "Será que baixámos o peso da dívida pública tanto quanto seria avisado?"
André Veríssimo A Alemanha treme 09.07.2019 André Veríssimo
O maior banco alemão atirou este fim de semana a toalha ao chão. A ilusão de se tornar o Goldman Sachs da banca de investimento europeia foi formalmente enterrada com o anúncio do terceiro plano de reestruturação. Com o fim do sonho é mais um pedaço da supremacia alemã que cai. A crise do Deutsche Bank é também a crise da Deutschland.

Marketing Automation certified by E-GOI