Cronista
André Veríssimo Jornalista

André Veríssimo é director do Negócios desde Novembro de 2017, tendo iniciado funções na direcção em 2013. Antes foi editor de Mercados Financeiros durante seis anos. Licenciado em Comunicação Social pela Universidade Católica, foi jornalista de Internacional e Economia na revista Focus. Antes de se juntar à equipa do Negócios esteve três anos no Semanário Económico, onde foi editor. Recebeu por duas vezes o prémio de jornalismo económico do Santander Totta/ Universidade Nova de Lisboa na categoria de Mercados Financeiros. Nasceu em 1976 e vive em Lisboa.

André Veríssimo Há vida na bolsa 11.11.2018 André Veríssimo
Primeiro foi a Raize, agora é a Science4You que quer vir para a bolsa de Lisboa. Seria bom que fosse o início de uma tendência, de um movimento capaz de afirmar aquela que deve ser a vocação do mercado de capitais português e o seu papel no financiamento da economia.
André Veríssimo O “generation gap” do populismo 07.11.2018 André Veríssimo
Tony Blair repetiu ontem no Web Summit, perante forte aplauso, que tudo fará para evitar o Brexit porque crê que ainda é possível impedi-lo. Das várias razões apontadas para que não aconteça, há uma que sobressai pela sua relevância.
André Veríssimo Os novos verbos da banca 05.11.2018 André Veríssimo
Depois de anos a conjugar o verbo vender – operações, imóveis ou carteiras de malparado – a banca portuguesa, pela mão do BCP, usou ontem o verbo comprar. E ao fazê-lo, fez luz sobre o fim da longa noite em que esteve mergulhado o sistema financeiro português.
André Veríssimo Petróleo? Nunca saberemos 01.11.2018 André Veríssimo 51
O consórcio criado pela Eni e a Galp para a prospecção de petróleo ao largo de Aljezur terminou abruptamente esta semana. O país, que já discutia o impacto ambiental, ficará sem saber se os recursos sequer existem.
André Veríssimo Porquê poupar? 30.10.2018 André Veríssimo 22
Em Portugal, poupa-se em tempos de crise e gasta-se em tempos de abundância. Temos aquilo a que em macroeconomia se chama um comportamento pró-cíclico. Não é o desejável, mas é compreensível nos tempos que correm: quem quer poupar com taxas de juro zero e um imposto de 28%?
André Veríssimo Era uma vez uma empresa 28.10.2018 André Veríssimo
Era uma vez uma empresa portuguesa que antes das outras arriscou na internacionalização, tornando-se a primeira grande multinacional do país, com produção em 12 países.
André Veríssimo O e-fatura das empresas 24.10.2018 André Veríssimo 42
Para quem não cumpre, a recolha de informação de que fala Helena Borges é uma terrível notícia. Para quem cumpre, há garantias acrescidas de que no sistema fiscal não há um plano inclinado que beneficia as empresas que conseguem fugir.
André Veríssimo Residência oficial para alojamento 22.10.2018 André Veríssimo
O caso da residência oficial do presidente da Câmara de Lisboa usada para alojamento local é paradigmática sobre a importância que este teve para a cidade e retrata bem a demagogia com que este tema tem sido tratado.
André Veríssimo Itália? É só fazer as contas 17.10.2018 André Veríssimo
Em política fazem-se discursos com representações interessadas da realidade, quando não meras representações. Mais cedo ou mais tarde, a realidade acaba por apanhar a política. Em Itália não será diferente.
André Veríssimo O quarto é diferente 16.10.2018 André Veríssimo
Este Orçamento, o quarto da geringonça, não é igual aos irmãos. Isso viu-se na luta sôfrega pela paternidade, como se o mais importante das negociações não fossem as medidas em si, mas quem ia dar a cara por elas. Sim, as eleições falaram alto.