Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Opinião

Concorrência pela metade

O argumento de que a AdC tem um conselho de administração composto por três pessoas, e, nesta medida, contará com outras habilitadas a intervir nas áreas da banca e da energia, é pífio. Para todos os efeitos é como comprar um Ferrari para o conduzir num areal. O carro é muito bom, mas completamente inútil naquele terreno.

  • Partilhar artigo
  • 2
  • ...

Faz sentido convidar para presidente da Autoridade da Concorrência (AdC) uma pessoa que está impedida de intervir em assuntos ligados ao setor financeiro e ao da energia? E faz sentido uma pessoa que tem estas limitações e sensatamente as reconhece, resultante de ser presidente das assembleias gerais da CGD e da Floene, aceitar esse mesmo convite?

...

Ver comentários
Mais artigos do Autor
Ver mais
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio