Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Opinião por Celso Filipe
Informação sobre o colunista
Celso  Filipe
Diretor-adjunto

Nasceu em 1964 e é atualmente diretor-adjunto do Jornal de Negócios. Frequentou o 4.º ano do curso de Comunicação Social da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Começou a atividade como jornalista em 1986 na revista “África Hoje”, tendo depois transitado para a “África Confidencial”, uma publicação de circulação reservada a assinantes. Como jornalista passou depois pelos semanários “Tempo”, “Semanário” e “Expresso”. Entre 1995 e 2005 esteve no “Diário Económico” onde desempenhou as funções de editor e chefe de redação. Entre 1998 e 1999 colaborou na Rádio Renascença com um comentário semanal sobre assuntos económicos. Em 2006 entrou no Jornal de Negócios como editor da secção de empresas.

Artigos de opinião deste autor

A síndrome da displicência

16.06.2021

Mais do que fruto das variantes, este aumento do número de infetados resulta da adoção de comportamentos descuidados. Cansados das restrições impostas pela pandemia, muitos portugueses, sobretudo os mais novos, têm furado as regras ainda em vigor. A fatura já começou a chegar, na forma de infetados e de doentes internados.

O plano Biden e o seu tempo

15.06.2021

A iniciativa do G7 de lançar um plano de infraestruturas, rival da Nova Rota da Seda, consubstancia uma mudança de visão de sete nações (Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido) face à estratégia chinesa. Em particular, esta abordagem mostra uma nova face dos EUA, que recupera uma abordagem multilateral nas suas relações externas.

Depressão e euforia

14.06.2021

Este Euro, tal como as outras competições, tem o mesmo efeito que o escritor húngaro Imre Kertész atribuía à leitura: "Uma droga que confere um adormecimento agradável aos contornos da crueldade da vida."

O pedido que se banalizou

13.06.2021

A frequência com que a oposição (seja ela qual for) exige pedidos de demissão de governantes e afins acaba por banalizar essa prática, e, por esta via, diminuir-lhe a eficácia.

A deceção democrática

08.06.2021

A democracia é um modelo, mas a sua adequação à prática depende de inúmeros fatores. É normal que cada um se sinta dececionado, na medida em que o exercício da democracia não corresponde, com exatidão, à nossa visão para o país e o mundo. Aliás, trata-se de uma impossibilidade.

Travessa dos Inglesinhos

06.06.2021

Boris Johnson, que há umas semanas era o símbolo da mais velha aliança, é agora um “ladrão”. A responsabilidade é nossa, que ficcionamos bolhas e fazemos tudo para agradar aos outros, como uma final da Liga dos Campeões.

O paciente europeu

03.06.2021

O pressuposto de Bruxelas de regresso às regras orçamentais daqui a dois anos, ainda sem conhecer os efeitos que a bazuca irá produzir, em cada país e na União Europeia como um todo, fragiliza os países mais vulneráveis e é meio caminho andado para um aprofundamento das desigualdades.

A bota e a perdigota

31.05.2021

O primeiro-ministro não pode falar placidamente do que “não correu bem” no Porto e considerar o sucedido apenas como um acidente de percurso.

Ser fraco não é uma opção

25.05.2021

O ato de pirataria aérea protagonizado pela Bielorrússia tem de ser sancionado duramente. O desvio de um avião da Ryanair com o intuito de prender um opositor ao regime é uma escolha que revela a natureza ditatorial de Alexander Lukashenko e constitui um grave atentado ao bem mais precioso de toda a humanidade, a liberdade.

A quente e a frio

23.05.2021

Uma economia saudável necessita que todos os seus agentes atuem de forma transparente. Os biombos que o BES criou, atrás dos quais se esconderam estes devedores, fizerem mal ao país. Agora, é preciso seguir em frente sem esquecer o passado.

De Paris a Bissau

19.05.2021

A deslocação de Marcelo Rebelo de Sousa à Guiné-Bissau foi vista com bastantes reservas. Os partidos da oposição, nomeadamente o PAIGC, consideraram que a visita legitimou o “regime autoritário” de Umaro Sissoco Embaló, e em Portugal evocaram-se os seus antecedentes questionáveis. A realidade é bem mais complexa.

Ver Mais
Mais lidas
Publicidade
pub
pub
pub
Publicidade
C•Studio