Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Opinião
Celso Filipe cfilipe@negocios.pt 15 de Outubro de 2015 às 00:01

Angola e o medo do medo

Angola registou uma trajectória de prometida prosperidade após o fim da guerra civil, em 2002. Durante os anos seguintes, quando se perguntava aos líderes angolanos sobre a diversificação da economia, a correcção das assimetrias sociais ou o aprofundamento da democracia, a resposta era invariavelmente a mesma: "Estão a pedir-nos para fazer as coisas muito rápidas e tudo ao mesmo tempo e esquecem-se de que o país viveu 40 anos em guerra."

  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
Hoje, o passado de guerra já soa a desculpa esfarrapada. Angola teve tempo e oportunidade para mudar o perfil da sua economia e não o fez de forma satisfatória, mantendo uma excessiva dependência do petróleo. Por outro lado, a riqueza gerada por esta matéria-prima não foi aplicada para fomentar o nascimento de uma classe média ou o desenvolvimento do país como um todo. Basta olhar para as carências no abastecimento energé...
Negócios Premium
Conteúdo exclusivo para assinantes
Já é assinante? Inicie a sessão
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone
  • Conteúdos exclusivos com melhor da informação económica nacional e internacional;
  • Acesso sem limites, até três dispositivos diferentes, a todos os conteúdos do site e app Negócios, sem publicidade intrusiva;
  • Newsletters exclusivas;
  • Versão ePaper, do jornal no dia anterior;
  • Acesso privilegiado a eventos do Negócios;
Ver comentários
Mais artigos de Opinião
Ver mais
Mais notícias Negócios Premium
+ Negócios Premium
Capa do Jornal
Informação de qualidade tem valor. Invista. Assine já 1mês / 1€
Mais lidas
Outras Notícias