Procriar por decreto

01.06.2021 Diana Ramos

Quase 40 anos de política de filho único impuseram um constrangimento cultural que levará anos a desenraizar-se. Já em 2016 o governo chinês tinha alargado o espectro face ao envelhecimento populacional, introduzindo a política de dois filhos. E em que é que se traduziu essa alteração? Muito pouco.

A bota e a perdigota

31.05.2021 Celso Filipe

O primeiro-ministro não pode falar placidamente do que “não correu bem” no Porto e considerar o sucedido apenas como um acidente de percurso.

De olhos postos no país

30.05.2021 Diana Ramos

Quase duas décadas volvidas desde o nascimento em papel do Jornal de Negócios continuamos a ver o país saltar de crise em crise, com dificuldades em responder a desafios globais e com baixos níveis de produtividade.

Quem pode paga mais

27.05.2021 Diana Ramos

A lei do mais forte na economia mundial, num momento em que todos os países tentam dar gás às economias, transformará o caminho para a recuperação numa batalha injusta com vencedores à partida.

A vitalidade da democracia

26.05.2021 Diana Ramos

A convenção das direitas deve ser vista para além dos títulos imediatos sobre os alaridos ou provocações de Ventura ou sobre o messianismo de Passos.

Ser fraco não é uma opção

25.05.2021 Celso Filipe

O ato de pirataria aérea protagonizado pela Bielorrússia tem de ser sancionado duramente. O desvio de um avião da Ryanair com o intuito de prender um opositor ao regime é uma escolha que revela a natureza ditatorial de Alexander Lukashenko e constitui um grave atentado ao bem mais precioso de toda a humanidade, a liberdade.

Tensão para prato principal

24.05.2021 Diana Ramos

A ousada manobra da Bielorrússia no espaço aéreo europeu criou uma nova dose de picante na discussão sobre as relações internacionais. E a UE não pode fechar os olhos a um incidente tão grave.

A quente e a frio

23.05.2021 Celso Filipe

Uma economia saudável necessita que todos os seus agentes atuem de forma transparente. Os biombos que o BES criou, atrás dos quais se esconderam estes devedores, fizerem mal ao país. Agora, é preciso seguir em frente sem esquecer o passado.

Ver Mais