Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Opinião
André Veríssimo - Diretor averissimo@negocios.pt 28 de Setembro de 2016 às 09:47

Deutsche Bank, a política e a economia de um eventual resgate

Deutsche Bank é há alguns anos um elefante dentro da sala. Nos últimos meses tem-se tornado cada vez mais visível e notório. E nunca como agora foi tão indisfarçável.

  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...


O banco tem um problema de capital, agravado pela multa do Departamento de Justiça dos EUA que pode chegar a 14 mil milhões de dólares . E a expressão desse problema é bem visível nos mercados: as acções estão em queda acelerada e nunca valeram tão pouco .

Um problema no Deutsche Bank é um problema sério para a Alemanha, para Angela Merkel (com eleições à vista) e para a Europa. Matthew Lynn, escreve no The Telegraph, que "a opção política por um resgate é terrível, mas o impacto económico de um colapso é ainda pior. Ao afastar um resgate, Merkel pode ter resolvido o problema político imediato. No entanto, se a crise se agravar, como pode a qualquer momento, é impossível acreditar que ela irá manter a mesma linha. Algum tipo de resgate terá de ser montado, ainda que os danos na já fragilizada reputação de competência de Merkel serão catastróficos".

Para já, o executivo alemão desvaloriza o assunto. Lionel Laurent e Elaine He escrevem na Bloomberg que "a resposta do Governo alemão - ao estilo 'podem circular, não há nada para ver' - parece inadequada e politicamente questionável". "Ainda que a Alemanha gostasse de manter o tema Deutsche Bank afastado com o aproximar das eleições, pode não ter esse luxo se os efeitos começaram a alastrar ao resto da 'Germany Inc'. Quanto mais tempo o destino do maior banco do país estiver nas mãos do Departamento da Justiça americano, maior o risco para os investidores."

Em pano de fundo, é a própria solidez económica da Alemanha e o seu papel na Europa que estão em causa. "A Alemanha tem de renovar as suas estradas e a sua infra-estrutura digital para impulsionar o crescimento e lidar com o envelhecimento da população. Caso contrário, o país pode perder novamente o seu papel como o motor económico da Europa", vaticina Bert Rürup no Handelsblatt.

Ver comentários
Saber mais Deutsche Bank resgate
Mais artigos do Autor
Ver mais
Outras Notícias