Patrícia  Abreu
Patrícia Abreu 06 de maio de 2019 às 20:05

Cotadas espanholas às compras na bolsa

A compra de ações próprias é uma ferramenta usada pelas empresas para remunerar os seus acionistas. E, em plena época de distribuição de dividendos, as cotadas espanholas têm andado às compras na bolsa.

Segundo o Cínco Días, as 35 empresas que compõem o índice espanhol Ibex-35 acumulavam 4.407 milhões de euros em ações próprias. Apenas nos últimos quatro meses, 17 títulos estiveram a comprar ações próprias para aumentar o número de títulos em carteira. Além destas empresas que já estiveram a comprar ações em bolsa nos últimos meses, várias cotadas do país vizinho aproveitaram as apresentações de resultados de 2018 para anunciar programas de recompra de ações. A Mediaset é uma das empresas que vai avançar com um plano de compra de ações próprias com vista a remunerar os seus acionistas, pretendendo investir 200 milhões de euros na aquisição de títulos da própria empresa. A ArcelorMittal e a Iberdrola são outras das empresas que aprovaram programas de recompra. Uma forma de remuneração alternativa à distribuição de dividendos, que está a ganhar adeptos na Europa. Seja com dividendos ou compra de ações próprias, o que interessa é que as empresas estão focadas em atrair o interesse dos investidores.       

 

Jornalista

Marketing Automation certified by E-GOI