Patrícia  Abreu
Patrícia Abreu 29 de maio de 2019 às 20:51

Empresa dispara 35% e não faz ideia porquê

Os movimentos bruscos no mercado tendem a ser associados a notícias inesperadas, que surpreendem os investidores.

Operações como uma OPA, a venda de uma unidade, um plano de reestruturação profundo ou a entrada de um grande investidor são alguns dos motivos que podem suscitar a escalada ou a descida a pique de uma ação. Mas, por vezes, há comportamentos abruptos que nem as próprias empresas conseguem explicar.

 

Foi o que aconteceu com a Berkeley. A mineira australiana, que está cotada em Espanha, disparou no início da semana um máximo de 35%. Contudo, num comunicado enviado ao regulador espanhol, a empresa afirmou não ter explicação para este movimento surpreendente.

 

Ainda que não tenha nada a comunicar ao mercado, a empresa notou que a mudança política em Salamanca, onde tem um projeto para uma mina de urânio, pode estar relacionada com esta subida. É que as autoridades estavam a impedir a empresa de prosseguir com o projeto projeto de exploração na região.

 

Embora a mudança das cores políticas não signifique nada para já, a verdade é que os investidores podem ver nesta eleição uma grande oportunidade.

Marketing Automation certified by E-GOI