Raquel Godinho
Raquel Godinho 01 de abril de 2019 às 10:30

Entrámos no melhor mês do ano para o S&P500?

Os sinais e as estatísticas querem deixar antever um caminho favorável para os mercados acionistas. Mas isto se todas as incógnitas no caminho não surpreenderem pela negativa.
As bolsas europeias registaram o melhor arranque de ano desde 2015. E, em Wall Street, o primeiro trimestre de 2019 foi o melhor desde 2009.

Ainda que com alguns sustos, os primeiros três meses deste ano deixaram boas memórias aos investidores. E o mês que hoje começamos é, historicamente, o melhor do ano para o norte-americano S&P500.

De acordo com os dados recolhidos pela Bloomberg, nos últimos 30 anos, o índice ganhou, em média, 1,73%, superando o desempenho de todos os outros meses. Nos últimos 30 anos, o pior mês de abril ocorreu em 2002, quando este índice recuou 6,14%, uma queda ainda assim inferior ao pior desempenho em qualquer um dos outros meses do ano. A agência identificou ainda as ações que com melhor desempenho no mês de abril, nos últimos 15 anos: a Baker Hughes, a Wabtec Corp e a Snap-On.

E há mais estatísticas positivas neste arranque de ano. É que, em nove dos últimos dez anos, quando o índice de referência americano subiu mais de 10% no primeiro trimestre, o resto do ano foi também positivo. Os sinais e as estatísticas querem deixar antever um caminho favorável para os mercados acionistas. Mas isto se todas as incógnitas no caminho não surpreenderem pela negativa.
pub

Marketing Automation certified by E-GOI