Alexandra  Machado
Alexandra Machado 21 de julho de 2019 às 18:09

May the force be with... Trump?

A ameaça de intervir neste processo de atribuição da plataforma JEDI por parte de Trump está a pôr as empresas nervosas, quer a Amazon, quer a Microsoft.

Trump mais uma vez. A Amazon e a Microsoft vão cruzando dedos naquele que será um dos maiores contratos governamentais dos Estados Unidos. Chamado de JEDI (sigla para "Joint Enterprise Defense Infrastructure") - que também são os personagens do Star Wars guardiões do lado bom da força -, o contrato teve, originalmente, a disputa de quatro gigantes tecnológicos: Microsoft, Amazon, Oracle e IBM. As duas últimas ficaram pelo caminho e protestaram, inclusivamente junto da Administração Trump.

 

Neste momento, o contrato de 10 mil milhões de dólares está a ser disputado pela Amazon e Microsoft, com a primeira a constar como favorita. No entanto, com Trump tudo pode mudar.

 

O Presidente dos Estados Unidos tem, publicamente, confrontado Jeff Bezos, presidente da Amazon, mas também o Washington Post, que Trump critica de forma severa, tendo já atacado a Amazon pelos impostos que deixa nos Estados Unidos.

Por isso, a ameaça de intervir neste processo de atribuição da plataforma JEDI por parte de Trump está a pôr as empresas nervosas, quer a Amazon, quer a Microsoft. Qualquer revés que as impeça de avançar no projeto ou qualquer iniciativa para voltar com o procedimento atrás pode causar danos.

pub

Marketing Automation certified by E-GOI