Raquel Godinho
Raquel Godinho 02 de abril de 2019 às 20:55

Quando o melhor de sempre ainda sabe a pouco

As ações australianas vivem o melhor arranque de ano de sempre. O índice de referência do país, o S&P/ASX 200, subiu 9,5% nos primeiros três meses do ano, o que representa o melhor registo desde 1992, quando os dados começaram a ser recolhidos, sublinha a Bloomberg.

E foi também o melhor trimestre em quase uma década. Mas, em comparação, estes números podem perder algum brilho. É que estes ganhos não estiveram sozinhos e ocorreram num período de subidas nas principais bolsas mundiais. Aliás, a praça australiana ocupa só a 31.ª posição no "ranking" mundial. E mesmo só entre os mercados desenvolvidos, fica perto do final da lista. Ou seja, estes números impressionantes para o histórico do mercado acionista australiano perdem destaque quando comparados.

 

Contudo, os analistas consideram que as ações estão "baratas", com o índice a negociar com um rácio de 15,7 vezes os lucros estimados para o próximo ano. Além disso, as estimativas apontam para que os resultados das cotadas deste país venham a crescer, graças aos ganhos das matérias-primas. Além de que a continuação da tendência de valorização nas restantes bolsas deverá continuar a ter um impacto positivo na Austrália. Novos recordes podem estar a caminho desta região.

Marketing Automation certified by E-GOI