Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Opinião
Notícias desta secção

Habituem-se

01.08.2021 Celso Filipe

Os partidos têm de se habituar a responder às exigências dos eleitores. E se estes, por uma razão ou outra, não dão maiorias absolutas, isso significa que estão a pedir às forças políticas que encontrem, entre si, soluções de governação.

O primeiro-ministro não ouve o Presidente

01.08.2021 Camilo Lourenço

Apesar da justiça das críticas da sociedade civil e do Presidente da República ao PRR, o mais certo é o governo insistir na teimosia e levar a sua avante. E com isso desperdiçar mais uma boa oportunidade para Portugal fazer as reformas de que precisa para crescer (pelo menos) o que crescem os ex-países de Leste.

Autarquias acima dos partidos

01.08.2021 António Moita

Os partidos mandam, os fiéis obedecem. Felizmente em muitos municípios já se respiram ares diferentes. Porque os autarcas percebem que representam todos os munícipes e sabem que a defesa dos interesses das populações não pode estar dependente da apresentação de um qualquer cartão de militante.

Os perigos da dissociação

30.07.2021 Daron Acemoglu

Os potenciais benefícios de um novo momento Sputnik são provavelmente mais do que contrabalançados pelos custos da dissociação. No atual mundo interdependente, a cooperação global é fundamental. A rivalidade com a China, se bem que essencial para a defesa da democracia em todo o mundo, não é a única prioridade do Ocidente. As alterações climáticas também constituem uma ameaça civilizacional e irão exigir uma estreita colaboração entre a China e os Estados Unidos.

O início do derretimento populacional

30.07.2021 Bruno Faria Lopes

As placas tectónicas da demografia movem-se a ritmo glacial, mas em Portugal já é visível o derretimento. Estamos no grupo de países periféricos e comparativamente mais pobres que lideram no declínio populacional, o que sugere que o problema não está só na natalidade. Os desafios para a política são enormes.

Trabalhar melhor

30.07.2021 Fernando Ilharco

Trabalhar muito é importante para fazer as coisas bem e ir longe, mas não chega. Basta olhar para os atletas olímpicos: todos trabalham muito, há anos muitos anos, tanto os que ganham as medalhas de ouro como os que ganham as de bronze, ou os que são eliminados na primeira prova.

Marcelo no comando

29.07.2021 Celso Filipe

Marcelo Rebelo de Sousa mais não faz do que revalidar a tese de que os Presidentes da República, já não assombrados pelo fantasma da reeleição, são mais intervenientes no segundo mandato.

Ver Mais
Mais lidas
Publicidade
pub
pub
pub
Publicidade
C•Studio