Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

A AzkoNobel é o novo alvo do "abutre" da Argentina

Haverá poucos pares menos desejados para dançar o tango nos mercados financeiros do que Paul Singer.

Rui Barroso ruibarroso@negocios.pt 23 de Março de 2017 às 22:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
O gestor de "hedge funds", que recebeu a alcunha do abutre da Argentina, tem fama de pisar os calos a quem lhe faz frente. Na Argentina houve uma guerra que durou anos em torno de pagamentos relacionados com o incumprimento do país. Mas no fim, e para sair da situação de incumprimento e conseguir aceder aos mercados, o país não teve outro remédio se não entrar em acordo com Paul Singer. E o tratamento duro e persistente que o gestor teve com a Argentina não é caso único.

Agora a entidade que lidera, a Elliott Management, quer que a química holandesa AzkoNobel aceite uma oferta de compra da PPG Industries. A administração da empresa holandesa tem resistido às investidas daquela empresa americana. Mas Singer, que construiu no final de 2016 uma posição inferior a 3% na AzkoNobel, não se tem deixado intimidar por ser minoritário. Segundo o New York Times, tem criticado a gestão da AzkoNobel e ameaça pedir uma reunião de accionistas para tomar as medidas necessárias para a que a empresa aceite negociar com a PPG Industries. Acabará também a AzkoNobel a dançar o tango com Paul Singer?
Ver comentários
Outras Notícias