Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ações da Daimler afundam 5% após novo corte de previsões devido ao diesel

Os lucros da fabricante alemã vão ficar estáveis este ano, penalizados pelos custos relacionados com o escândalo de emissões poluentes.

Reuters
Negócios jng@negocios.pt 24 de Junho de 2019 às 10:31
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O escândalo das emissões poluentes ainda continua a pesar nas contas e na evolução das ações das fabricantes automóveis. A Daimler é a última "vítima", depois de a fabricante alemã ter cortado a sua previsão de resultados pela terceira vez este ano.

 

A companhia alemã, que fabrica automóveis Mercedes, estima agora que os lucros antes de juros e impostos (EBIT) fiquem estáveis face ao período homólogo, quando antes previa fechar 2019 com um valor superior ao do ano passado.

 

Este corte de previsões para os lucros surge depois de a companhia ter elevado para "várias centenas de milhões de euros" o valor dos custos relacionados com indemnizações no âmbito do escândalo de emissões poluentes dos automóveis a diesel.

 

As ações reagiram em queda acentuada, com uma desvalorização de 5,12% para 47,08 euros, pressionando em baixa todo o setor automóvel europeu.  

 

O "profit warning" que a Daimler emitiu no domingo surge depois de a companhia ter comunicado um "recall" de 60 mil automóveis Mercedes a diesel, que segundo os reguladores continha um software que distorcia as emissões poluentes.  

 

O corte de previsões surge também na véspera de um encontro entre responsáveis do setor e membros do governo alemão, sobre o futuro da indústria automóvel do país, que está cada vez mais a apostar no fabrico de carros elétricos.

 

A Daimler tem até agora escapado a multas dos reguladores, beneficiando com o facto de ser uma das denunciantes das manipulações de emissões poluentes.

Saber mais Daimler Mercedes diesel
Outras Notícias