Trading Ações da Under Armour afundam após investigação às contas

Ações da Under Armour afundam após investigação às contas

Empresa norte-americana de vestuário disse que estava a colaborar com as autoridades do país numa investigação às suas contas. Ações afundam 16% na pré-abertura de Wall Street.
Ações da Under Armour afundam após investigação às contas
Reuters
Negócios 04 de novembro de 2019 às 10:17

A Under Armour, retalhista do ramo do vestuário desportivo, alertou no domingo os seus acionistas que estava a ser alvo de uma investigação por parte das autoridades norte-americanas às suas contas e as suas ações caíram mais de 16% na pré-abertura de Wall Street, nesta segunda-feira, adiantou o Wall Street Journal.  

A empresa já veio a público dizer que estava a colaborar com as investigações e garantiu que não existia nada de errado. O anúncio da investigação surge um dia depois de ter apresentado resultados.

Os investigadores do departamento de Justiça questionaram funcionários da empresa sedeada em Baltimore para tentarem provar que a Under Armour inflacionou o número de vendas trimestrais, adiantou o jornal.

"A empresa começou a responder em julho de 2017 a requisições para documentos e informação relacionada com as suas contas e divulgações de resultados, mas acreditamos que as nossas práticas são as apropriadas", referiu a Under Armour, em comunicado.

A investigação surge numa altura delicada para a empresa, que enfrenta uma mudança de presidente, e que tem sofrido com o aumento de concorrência nos EUA.

PUB

Conheça mais sobre as soluções de trading online da DeGiro.

DeGiro

Marketing Automation certified by E-GOI