Trading Fundo "abutre" da EDP revela deter 1,1 mil milhões na Bayer e ações sobem mais de 3%

Fundo "abutre" da EDP revela deter 1,1 mil milhões na Bayer e ações sobem mais de 3%

O fundo ativista Elliott, que tem uma participação de mais de 2% na EDP, revela ter uma larga parcela da Bayer, numa altura em que a empresa alemã enfrenta pesados processos sobre um dos seus produtos.
Fundo "abutre" da EDP revela deter 1,1 mil milhões na Bayer e ações sobem mais de 3%
Bloomberg
Negócios 27 de junho de 2019 às 09:03

O fundo Elliot, que detém uma participação qualificada na EDP, assumiu possuir uma participação de 1,1 mil milhões de euros na Bayer, empresa alemã que tem estado sob pressão judicial. O fundo quer apressar o fecho dos processos. No rescaldo da revelação, os títulos da cotada alemã já chegaram a subir mais de 3%.

Na perspetiva do fundo de Paul Elliott Singer (na foto), conhecido como "Abutre da Argentina", prevê que a Bayer consiga desbloquear até 30 mil milhões de euros em valor para os acionistas assim que consiga encerrar o capítulo dos processos que visam o herbicida Roundup e que têm vindo a exigir elevadas quantias compensatórias. 

A farmacêutica alemã enfrenta 13.000 processos judiciais ligados ao herbicida Roundup, dado os alegados efeitos cancerígenos do produto. Recentemente, a farmacêutica foi condenada a pagar 2 mil milhões a um casal que alegou ter contraído cancro pelo uso deste produto - a terceira batalha judicial perdida pela empresa. A estimativa da Bloomberg é a de que a quantia pedida pelos tribunais oscile entre os 6 mil milhões e 10 mil milhões.

Estes processos foram herdados pela Bayer após concretizada a aquisição da Monsanto, no passado mês de junho, por 63 mil milhões de dólares.

Na sequência da divulgação das sentenças judiciais, a Bayer já viu os títulos descer a mínimos de 2012, mas esta quinta-feira o sentimento é o inverso: a empresa segue a valorizar 2,40% para os 59,38 euros, depois de ter tocado os 59,90 euros na sequência de uma subida de 3,29% - um máximo de 9 de maio.

O fundo de Paul Elliott Singer entrou no capital da EDP em outubro de 2018, altura em que passou a controlar 2,2925% do capital da elétrica liderada por António Mexia - uma posição que, de acordo com os dados da Bloomberg, mantém.

PUB

Conheça mais sobre as soluções de trading online da DeGiro.

DeGiro

pub

Marketing Automation certified by E-GOI