Trading Navigator cai mais de 2% após saída do CEO e subida dos lucros em 2018

Navigator cai mais de 2% após saída do CEO e subida dos lucros em 2018

As ações da papeleira estão a desvalorizar mais de 2%, invertendo face aos ganhos do início da sessão. Isto no dia em que revelou a saída de Diogo da Silveira e o aumento dos lucros no ano passado.
Tiago Varzim e Nuno Carregueiro
A Navigator está a registar uma queda superior a 2% em bolsa nesta quarta-feira, 13 de fevereiro, dia em que a empresa revelou que Diogo da Silveira vai deixar a liderança e que os lucros de 2018 subiram 8%.

A bolsa nacional abriu em terreno positivo, negociando em alta pela terceira sessão consecutiva. Na mesma tendência estavam as ações da Navigator que chegaram a subir mais de 1% no arranque da sessão. Contudo, as ações da papeleira inverteram, negociando agora em baixa e arrastando consigo o PSI-20. A bolsa perde agora 0,85% para os 5.088,06 pontos, pressionada pelo setor do papel.

A Navigator desvaloriza 2,63% para os 4,142 euros, a maior queda desde 23 de novembro. As ações negoceiam em mínimos de duas semanas. A Semapa, que controla a Navigator, perde 1,83% para os 15,04 euros. Já a Altri, a outra cotada do setor do papel, cede 0,67% para os 7,41 euros.


Antes da abertura da sessão, a antiga Portucel anunciou que os lucros aumentaram 8% em 2018 para os 225 milhões de euros em 2018, ano em que a subida dos preços compensou as paragens da produção. Os lucros de 2018 ficaram acima dos 207,8 milhões de euros registados em 2017 e dos 217,5 milhões de euros de 2016. 

No ano passado, a produção da empresa foi afetada diversas vezes por paragens nas fábricas. Contudo, a "diminuição do volume foi totalmente compensada pelo aumento do preço de venda", o que se ficou a dever-se às condições do mercado. Segundo a Navigator, os preços aumentaram 21% no índice de referência. 

Mas a principal novidade chegaria minutos depois em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM): Diogo da Silveira, que lidera a empresa desde 2014, vai deixar de ser o CEO da empresa a partir de 9 de abril. O atual presidente executivo "manifestou vontade de não ser eleito para o novo mandato do Conselho de Administração, que se inicia este ano".

Até que seja escolhido um novo CEO, será João Castello Branco a liderar a comissão executiva da Navigator, empresa que é controlada pela Semapa. João Castello Branco é o atual "chairman" da Navigator, cargo que assumiu depois da morte de Pedro Queiroz Pereira.

Desde que assumiu a liderança da então Portucel, a 1 de abril de 2014, as acções da cotada valorizam 5%. Em abril do ano passado chegaram a acumular um ganho acima de 40% desde o início de mandato.
PUB

Conheça mais sobre as soluções de trading online da DeGiro.

DeGiro

Marketing Automation certified by E-GOI