Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

SocGen eleva recomendação da EDP mas Renováveis vê corte

Para o Société Générale, as perspetivas quanto à EDP saem melhoradas. Já as expetativas quanto à EDP Renováveis veem um recuo.

EDP
Ana Batalha Oliveira anabatalha@negocios.pt 11 de Dezembro de 2019 às 18:04
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O Société Général (SocGen) está mais otimista na EDP: elevou a recomendação atribuída à elétrica ao patamar "comprar". Já a subsidiária de energias limpas do grupo, a EDP Renováveis, foi "despromovida" e conta apenas com a recomendação de "manter".

A EDP conquistou a recomendação "comprar" da parte do SocGen, que anteriormente não tinha definido nenhuma posição em relação à cotada. Contudo, nos últimos 14 meses, o banco emitiu uma recomendação de venda e outra de manter.

Nesta quarta-feira, a instituição colocou ainda o preço-alvo nos 4,10 euros, 10% acima da avaliação anterior. Os preços-alvo desta cotada começam nos 3,20 euros e chegam aos 4,50 euros.

Paralelamente, o SocGen também se pronunciou acerca da EDP Renováveis: baixou a recomendação de "comprar" para "manter". O preço alvo apontado são os 11 euros, o que implica um aumento de 9,1% perante a última cotação.

Antes da atualização por parte do SocGen, a EDP detinha 14 recomendações de compra, quatro de manter e duas de venda. Já a EDP Renováveis contava com 11 recomendações de compra, 7 para manter e nenhuma de venda.

Esta quarta-feira, outras duas instituições deram o seu parecer sobre a EDP Renováveis: o Commerzbank e o BBVA. O Commerzbank iniciou a cobertura das ações da cotada com a  recomendação de manter e um preço-alvo de 11 euros. Já o BBVA reiterou a recomendação de "outperform" e um target para as ações da EDP Renováveis ligeiramente abaixo da cotação atual: 10 euros.

Ver comentários
Saber mais SocGen EDP Renováveis Renováveis Société Général Commerzbank BBVA economia negócios e finanças macroeconomia bolsa
Mais lidas
Outras Notícias