Tesla Model S 100D: Prazer de condução e autonomia

Os eléctricos estão na moda, mas a Tesla vai à frente nesta evolução forçada do automóvel para a nova alternativa eléctrica. A berlina Model S 100D combina autonomia e prazer de condução.
Tesla Model S 100D: Prazer de condução e autonomia
Tesla Model S 100D: Prazer de condução e autonomia
Tesla Model S 100D: Prazer de condução e autonomia
Tesla Model S 100D: Prazer de condução e autonomia
Tesla Model S 100D: Prazer de condução e autonomia
Tesla Model S 100D: Prazer de condução e autonomia
Tesla Model S 100D: Prazer de condução e autonomia
Tesla Model S 100D: Prazer de condução e autonomia
Tesla Model S 100D: Prazer de condução e autonomia
Tesla Model S 100D: Prazer de condução e autonomia
Tesla Model S 100D: Prazer de condução e autonomia
Tesla Model S 100D: Prazer de condução e autonomia
Tesla Model S 100D: Prazer de condução e autonomia
Tesla Model S 100D: Prazer de condução e autonomia
Tesla Model S 100D: Prazer de condução e autonomia
Tesla Model S 100D: Prazer de condução e autonomia
Tesla Model S 100D: Prazer de condução e autonomia
Tesla Model S 100D: Prazer de condução e autonomia
Tesla Model S 100D: Prazer de condução e autonomia
Tesla Model S 100D: Prazer de condução e autonomia
Tesla Model S 100D: Prazer de condução e autonomia
Tesla Model S 100D: Prazer de condução e autonomia
Tesla Model S 100D: Prazer de condução e autonomia
Tesla Model S 100D: Prazer de condução e autonomia
Tesla Model S 100D: Prazer de condução e autonomia
Tesla Model S 100D: Prazer de condução e autonomia
Tesla Model S 100D: Prazer de condução e autonomia
Tesla Model S 100D: Prazer de condução e autonomia
Tesla Model S 100D: Prazer de condução e autonomia
Tesla Model S 100D: Prazer de condução e autonomia
Tesla Model S 100D: Prazer de condução e autonomia
pub
Adriano Oliveira 12 de maio de 2018 às 16:00

Características
112.100€
Tesla Model S 100D
Resumo do sistema de propulsão: 550 cv de potência.
Motor eléctrico 1: impulsionar o veículo e gerar energia eléctrica, traseiro transversal.
Motor eléctrico 2: impulsionar o veículo e gerar energia eléctrica, dianteiro transversal.
Bateria: iões de lítio, 100 kWh de capacidade útil.
Alimentação: rede eléctrica 230V.
Velocidade máxima: 250 km/h.
Aceleração máxima: 4,3 segundos dos 0-100 km/h.
Tracção: às quatro rodas.
Transmissão: Automática.
Autonomia: até 632 km.
Portugal terá sido um dos últimos países da Europa a comercializar a marca de veículos eléctricos americana Tesla, pelo menos de forma oficial, já que a inexistência de representação comercial atirava o negócio para fora do País.
Mas, com a inauguração de duas lojas em Lisboa e Porto e um centro de assistência na capital, para além de outras iniciativas, como a recente instalação de supercarregadores Tesla em locais estratégicos, as vendas dispararam e alguns modelos da marca começam, a pouco e pouco, a fazer parte do dia-a-dia nas nossas estradas.
Da gama ainda pouco diversificada, que inclui apenas três modelos - o S , o X e o 3 -, a berlina premium Model S, que primeiro chegou ao mercado, é o mais visível. Também foi a nossa primeira experiência ao volante de um Tesla.
Basta entrar no Model S para rapidamente nos apercebermos que na evolução forçada do sector automóvel para a alternativa eléctrica, o construtor americano vai na frente. Ainda por cima os seus produtos não pecam por falta de qualidade e o mundo Tesla fideliza os seus clientes. Tecnologicamente, o Model S é a perfeita simbiose entre hardware e software.
Lançado em 2012, o Model S foi o primeiro veículo a ser desenvolvido de raiz para ser eléctrico. Com quase cinco metros de comprimento, linhas intemporais, um habitáculo generoso e muito espaço para bagagens (750 litros atrás e 60 litros à frente graças à ausência de um grupo motopropulsor volumoso, o Model S 100D vem equipado com tracção às quatro rodas e dois motores eléctricos, um no eixo traseiro e outro no dianteiro, que debitam em conjunto 550 cv de potência. A distribuição do binário das rodas dianteiras e traseiras é controlada de forma digital e independente, garantindo a melhor tracção em todas as condições atmosféricas. Os desempenhos são excelentes (4,3 s dos 0 aos 100 km/h), e a condução rápida e silenciosa é entusiasmante.
Quanto à autonomia, o Model S 100D está equipado com uma bateria de iões de lítio de 100 kWh com um alcance de 632 km. Contudo, a autonomia exacta depende das condições de utilização, das configurações do próprio veículo, das condições atmosféricas e até do tempo de vida da bateria. Até 130 km/h e sem abusar da climatização, é perfeitamente possível circular entre 400 e 500 km.
Entre outras funcionalidades, o S 100D está dotado de piloto automático sem limite de tempo para uma condução descontraída e segura sobretudo em auto-estrada ou em vias com sinalização horizontal bem definida. 
Destaques
A configuração do Model S 100D reclama 112.100 euros, mas o preço beneficia de incentivos fiscais.

Ecrã táctil para controlar quase tudo
O ecrã táctil de 17 polegadas do Model S permite controlar a maior parte das funções do automóvel: abrir o tejadilho, personalizar a climatização, mudar de estação de rádio. Ou ainda, acesso aos conteúdos multimédia, navegação, comunicações, controlos do habitáculo e dados do veículo.
Recarregamentos à medida

Os veículos Tesla aceitam todos os tipos de tomadas para recarregamento: em casa, nos postos públicos e nos da rede Tesla. Em casa, 8 horas bastam para 150 km de autonomia ou uma hora para 80 km num carregador Tesla. Nos supercarregadores, bastam 30 minutos para 270 km.

pub