Weekend O maniqueísmo populista e a lição da mulher de César

O maniqueísmo populista e a lição da mulher de César

A Navigator estava a ver a vida a andar para trás com a taxa anti-dumping que lhe havia sido aplicada nos EUA. Com a sua redução de 37,34% para 1,75% a empresa recuperou o fôlego. Jair Bolsonaro mostra (se dúvidas ainda existissem) que a retórica maniqueísta que sustenta os populismos é chão que ainda vai dar muitas uvas. Matteo Salvini e Luigi Di Maio, vice-primeiros-ministros de Itália, reforçam esta convicção. O secretário de Estado da Energia, Jorge Seguro Sanches, parece ter esquecido o conselho contido no ajuizado provérbio: "À mulher de César não basta ser honesta, tem de parecer honesta."
Celso Filipe 13 de outubro de 2018 às 13:00