Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Onde ir no fim-de-semana? Há propostas gratuitas para aproveitar

O mês já vai a meio mas isso não é motivo para deixar de fazer valer os dias livres. O Negócios reúne um conjunto de propostas gratuitas, porque a diversão também pode ser feita sem custos. Mas não se fica por aqui.

Negócios 16 de Outubro de 2015 às 17:30
  • Partilhar artigo
  • ...

Sexta-feira, 16 de Outubro



Exposição:
 Afinidades eletivas. Julião Sarmento Coleccionador

Um diálogo entre Julião Sarmento e outros artistas, portugueses ou estrangeiros. É a proposta que arranca esta sexta-feira no Museu da Electricidade. A exposição é realizada em parceria com a Fundação Carmona e Costa, onde está patente outro núcleo expositivo, e comissariada por Delfim Sardo. Mais de 300 obras para descobrir até 3 de Janeiro.


Museu da Electricidade, Avenida Brasília, Lisboa, 10h00-18h00

Entrada Gratuita

 


Teatro:
Ricardo III

Shakespeare é recriado no palco do D. Maria II, num trabalho com direcção artística de Tónan Quito. A história de Ricardo III, antigo rei de Inglaterra, mostra a mais maquiavélica subida ao trono de que há memória. Para conhecer ou recordar até 1 de Novembro.

Teatro Nacional D. Maria II, Praça D. Pedro IV, Lisboa, Quinta a sábado às 21h00, domingo às 16h00, quarta às 19h00

Bilhete: 5 a 17 euros, com descontos aplicáveis

 


Dança:
 Sem um Tu não pode haver um Eu

Paulo Ribeiro a solo no palco do S. Luiz. A autobiografia do cineasta Ingmar Bergman, "Lanterna Mágica", é o ponto de partida para este espectáculo. Uma viagem pelo mapa dos sentimentos, que repete ainda no dia 17 de Outubro.


São Luiz Teatro Municipal, Rua António Maria Cardoso, Lisboa, 21h00

Bilhete: 12 a 15 euros, com descontos aplicáveis

 


Festival:
 Festival Zen

São mais de 50 actividades dedicadas ao bem-estar, ao desenvolvimento pessoal e à sustentabilidade. Em pleno Pavilhão Rosa Mota, no Porto. O festival Zen, na sua 12ª edição, estende-se por três dias, até domingo. O acesso é feito através da compra de um livre trânsito.

Pavilhão Rosa Mota, R. de D. Manuel II, Porto

Bilhete: 3 a 35 euros, de acordo com o tipo de passe escolhido.

 


Teatro:
 Hierarquia

Com texto e direcção de Zeferino Mota, Hierarquia é o terceiro projecto do Invasão do Teatro. Um dos objectivos deste ciclo é a aproximação ao público. Uma estreia absoluta no Salão Nobre do Palácio do Bolhão, em cena até ao último domingo de Outubro.


Palácio do Bolhão, Rua Formosa, Porto, Quarta-feira a sábado às 21h30 e domingo às 17h00

Bilhete: 10 euros, com descontos aplicáveis                     

 


Exposição:
 Um Horizonte de Proximidades: uma topologia a partir da Coleção António Cachola

O Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas inaugura uma nova exposição esta sexta-feira, com mais de 100 obras. A mesma conta com curadoria de Sérgio Mah e fica patente até 28 de Fevereiro. A primeira noite conta ainda com animação musical.

Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas, Rua Adolfo Coutinho de Medeiros, Ribeira Grande, Açores 21h30

Entrada Gratuita

 

Sábado, 17 de Outubro


Gastronomia:
 Grande Prova Mediterrânica – Azeites e Vinhos do Alentejo

É o último dia para se deixar conquistar pelos sabores do azeite e do vinho alentejanos. Mais de 40 azeites e 400 vinhos em prova, de quase uma centena de produtores. Há ainda seminários, workshops temáticos e música ao vivo.


Centro Cultural de Belém, Praça do Império, Lisboa, 15h00-21h00

Entrada Gratuita             

 


Teatro:
 O Capital

Um projecto internacional de teatro que tem como base a obra "O Capital no Século XXI" do economista francês Thomas Piketty. A proposta é apresentada este sábado no Teatro Académico Gil Vicente. A peça encenada pelo croata Ivica Buljan dura quase três horas e é falada maioritariamente em inglês.

Teatro Académico Gil VicenteLocal, Praça da República, Coimbra, 18h00

Entrada Gratuita

 


Música:
 Música em São Roque

O Coro Gulbenkian arranca a 27ª edição do Música em São Roque este sábado. O ciclo prolonga-se até 8 de Novembro, com um programa composto por 12 concertos. Há música clássica e peças em estreia absoluta.

Igreja de São Roque, Largo Trindade Coelho, Lisboa, 21

Entrada Gratuita

 



Dança:
 Tenir le Temps

Quem tem o controlo sobre o quê nas sociedades velozes de hoje em dia? É a pergunta que faz Rachid Ouramdane em Tenir le Temps. O trabalho estreado no Festival Montpellier Danse está agora no Grande Auditório do CCB.

Centro Cultural de Belém, Praça do Império, Lisboa, Sábado às 21h00 e domingo às 18h00

Bilhete: 12,50 a 20 euros, com descontos aplicáveis

 


Ar Livre:
 Líquenes – Há Vida no Parque!

O resultado da simbiose entre um fungo e uma alga. Serralves propõe-se a analisar a questão este fim-de-semana com Líquenes – Há Vida no Parque! Mostrar que a ciência é algo divertido é um dos objectivos desta iniciativa. Há conversas e passeios para toda a família.

Serralves, R. D. João de Castro, Porto, Sábado a partir das 15h00 e domingo a partir das 10h00

Entrada Gratuita

 


Festival:
 Temps D’Images – Amor e Política

O festival Temps D’Images está de volta para a sua 13ª edição. A iniciativa espalha-se por 16 locais de Lisboa até Janeiro do próximo ano, contando com espectáculos, conferências e instalações. Um dos primeiros passos é a performance Amor e Política, assinada por Maria Gil e Miguel Bonneville. Em género palestra, o trabalho constrói-se à volta de entrevistas ligadas a políticos e pessoas ligadas a movimentos sociais. Sábado é o último dia para pensar esta relação.

Negócio, Rua O Século, Lisboa, Quarta a Sábado às 21h30

Bilhete: 7,50 euros, com descontos aplicáveis

 

Domingo, 18 de Outubro


Exposição:
 "Sem título" (1994-95) de Helena Almeida

Uma sequência fotográfica com 20 elementos até 13 de Dezembro. A assinatura de Helena Almeida, a artista portuguesa que encara o corpo como performance. A exposição no Teatro Nacional São João conjuga-se com a mostra "Helena Almeida – A minha obra é o meu corpo, o meu corpo é a minha obra" patente em Serralves.

Teatro Nacional São João, Praça da Batalha, Porto

Entrada gratuita ao público dos espectáculos e visitas guiadas

 


Cinema:
 A Uma Hora Incerta

O novo filme de Carlos Saboga chegou esta semana às salas de cinema portuguesas. No Portugal salazarista da década de 1940 dois refugiados franceses são presos. É o ponto de partida desta narrativa, que integrou a Selecção Oficial do Festival Internacional de Cinema de Viena. Protagonizado por Joana Ribeiro e Paulo Pires.


Bilhete: variável de acordo com sala de cinema

 


Exposição:
 Júlio Pomar e Rui Chafes. Desenhar

O traço de Júlio Pomar a instalações de ferro do escultor Rui Chafes. A combinação está patente em Lisboa até 21 de Fevereiro, numa mostra com curadoria de Sara António Matos. Com estreias absolutas em território nacional, a exposição integra-se com o espaço do Atelier-Museu.

Atelier-Museu Júlio Pomar, Rua Vale, Lisboa, Terça a domingo das 10h00 às 18h00

Entrada Gratuita

 


Ar Livre:
 Portugal Walking Festival

Última oportunidade para fazer parte do Portugal Walking Festival, que arrancou a 16 de Outubro. Para todos os que gostam de andar a pé e conhecer outras paisagens, neste caso alentejanas. Há ainda várias actividades a decorrer em paralelo. As inscrições devem ser feitas antecipadamente.

Marvão e Castelo de Vide

Bilhete: 5 euros passeio pedestre ou 30 euros passe de festival com acesso a todas as actividades

 


Cinema:
 Festa do Cinema Francês

O último dia da 16ª edição da Festa do Cinema Francês reserva cinco filmes na agenda. O derradeiro em Lisboa, às 21:30 no Cinema São Jorge, é Marguerite de Xavier Giannoli e conta a história de uma cantora de ópera. A mostra cinematográfica segue depois, como habitual, para outras cidades do país.

Cinema São Jorge, Avenida da Liberdade, Lisboa

Bilhete: 3,50 euros



Festival:
FOLIO - Festival Literário Internacional de Óbidos

A vila medieval de Óbidos enche-se de literatura durante 11 dias. Há sessões literárias, debates e apresentações de livros. Música e teatro completam o programa, que se estende até 25 de Outubro.

Óbidos

Entrada Gratuita. Mesas de autor a 5 euros e espectáculos a 12 euros.

 


Música:
Concerto Solidário pelos Refugiados

A Fundação Calouste Gulbenkian junta-se aos movimentos de apoio aos refugiados com um concerto solidário da sua Orquestra e Coro. Os fundos angariados destinam-se à Plataforma de Apoio aos Refugiados. Todos os intérpretes actuam "pro bono".

Fundação Calouste Gulbenkian, Avenida de Berna, Lisboa, 19h00

Bilhetes: dos 15 aos 30 euros

 

Ver comentários
Saber mais fim-de-semana sugestões cultura agenda weekend teatro música cinema exposição ar livre
Outras Notícias