Weekend Sophia, a escritora que dançava os poemas
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante, faça LOGIN

Sophia, a escritora que dançava os poemas

“A minha mãe adorava dançar, estava sempre a dançar. Ela nunca ouvia música sentada”, conta Maria Andresen de Sousa Tavares, filha de Sophia de Mello Breyner Andresen, poeta – assim se intitulava – que faria 100 anos a 6 de novembro de 2019. As celebrações do centenário do nascimento de Sophia começam este sábado, com um espetáculo de dança no CCB. Seguem-se exposições, filmes, colóquios e concertos ao longo do ano, naquela que é uma iniciativa do Centro Nacional de Cultura e organizada por nomes como Guilherme d’Oliveira Martins, José Manuel dos Santos e Maria Andresen, responsável pela herança literária de Sophia.
Sophia, a escritora que dançava os poemas
Filmagens de João César Monteiro, em Lagos, 1968
Lúcia Crespo 12 de janeiro de 2019 às 11:00

"Sophia dançava os poemas. Dançava os próprios poemas. Sophia não era uma bailarina, não era uma bailadora e, contudo, ela dançava os poemas", descreveu Pedro Eiras, professor de Literatura Portuguesa, na conferê

)

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês



Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 22:00
Saiba mais
pub