Economia Candidaturas à linha de apoio de 10 milhões para o turismo no interior já estão abertas

Candidaturas à linha de apoio de 10 milhões para o turismo no interior já estão abertas

Os projectos de empresas têm como limite máximo de apoio 150 mil euros, enquanto as entidades públicas e privadas sem fins lucrativos podem candidatar projectos com apoio até 400 mil euros.
Candidaturas à linha de apoio de 10 milhões para o turismo no interior já estão abertas
Miguel Baltazar/Negócios
Negócios 30 de dezembro de 2016 às 10:21

Já estão abertas as candidaturas à linha de apoio à valorização turística do interior, que se destina a apoiar o desenvolvimento dos projectos turísticos previstos no Programa Nacional para Coesão Territorial lançado pelo Governo.

Segundo o despacho publicado esta sexta-feira, 30 de Dezembro, em Diário da República, - e assinado pela secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho (na foto) esta linha de financiamento, enquadrada no Programa Valorizar, tem uma dotação de 10 milhões de euros para iniciativas do sector público e privado.

Serão abrangidos por esta linha projectos que promovam a valorização do património e dos recursos endógenos das regiões, a diversificação da oferta nomeadamente de cycling & walking, turismo de natureza, turismo equestre, revitalização das termas e dinamização turística das aldeias. 

Os projectos de empresas têm como limite máximo de apoio 150 mil euros, enquanto as entidades públicas e privadas sem fins lucrativos podem candidatar projectos com apoio até 400 mil euros.

"Os apoios financeiros ascendem a 90% do valor das despesas elegíveis dos projectos, com o limite máximo de 150.000,00 euros no caso das empresas, e de 400.000,00 euros no caso das demais entidades, incluindo as de natureza privada sem fins lucrativos", lê-se no despacho.

O prazo de candidaturas para esta linha de financiamento começa esta sexta-feira e termina a 31 de Dezembro de 2017. 


A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 05.01.2017

Notícia incompleta: falta o como se candidatar, o aonde se candidatar, e em que condições se pode beneficiar desse projeto! Nem sequer indica lnde kbter informações !!!!!!!!

pub