Política Centeno só admite "erro de percepção" com Domingues
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Centeno só admite "erro de percepção" com Domingues

O ministro das Finanças nega ter garantido a António Domingues a dispensa de entrega de declarações no Tribunal Constitucional. Se Domingues pensou que sim, foi um "erro de percepção mútuo".
Centeno só admite "erro de percepção" com Domingues
Bruno Simão
Bruno Simões 14 de fevereiro de 2017 às 00:01

O ministro das Finanças reafirmou esta segunda-feira que não garantiu a António Domingues a dispensa da entrega de declarações de rendimentos e património no Tribunal Constitucional. Numa conferência de )

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião9
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo 14.02.2017

Ministro incompetente!!! Um dirigente que não elimina numa negociação destas todos os riscos de percepção logo à partida ou é amador/incompetente, ou é aldrabão. Por outro lado não percebo o que os acessores lá fazem (é para mudar fraldas).
Ministro duplamente incompetente, demorou meses até compreender que "poderá" ter sido um erro de perceção. Acessores incompetentes, PM incompetente e PR ausente. Será que no meio de tanta gente ninguem percebeu que havia o "risco de percepção".
Mas este ministro é altamente competente a ler de forma muito detalhada e imaginativa os pedidos da comissão de inquérito. Assim se explica porque a carta de Domingues não foi enviada. Como Centeno não respondeu, não houve "comunição"..
Eu até desculpo Centeno e a sua azelhice. Mas não desculpo alguem que mente reiteradamente, mudando a estória um pouco todos os dias, e de forma imaginativa vão "criando" explicações. Desta vez os acessores estiveram "bem".

comentários mais recentes
eduardo.santos 16.02.2017

COMO ESTAMOS A VER Centeno chama tolos a todos desde o PR ate ao P M -- ele acha que ninguém o entendeu, que todos são asnos.----------sem duvida tem o ADN do PS

Domingues deve ser retardado 14.02.2017

Ou seja, o Domingues é deficiente mental e nem percebe o q está a negociar, lindo! Será q é mesmo deficiente? Se fosse comigo trazia já a lume os documentos/SMS q provam q o Centeno sabia bem do q estavam a falar. Ou isso ou o Domingues é atrasado mental e nesse caso ainda bem que não ficou na CGD.

JCG 14.02.2017

Procurem nos arquivos e encontrarão o Centeno, o Félix e o Trigo Pereira (mais recente, há 3 ou 4 dias num daqueles mano-a-mano na TV) a explanarem o seu entendimento de que os gestores da CGD já são escrutinados e fiscalizados por muita gente, logo, dedução lógica, para quê entregarem as tais declarações.

JCG 14.02.2017

Qual erro de percepção nem qual porra. Estes tipos são reles, são uns garotelhos. Eu não sei o que é que o Centeno e ou o seu ajudante Félix disseram ao Domingues, mas registei afirmações, que definem percepções sobre o assunto, dos 2 referidos e do Paulo Trigo Pererira (deputado que fez parte do grupo do Centeno que produziu o documento base do PS) e o que ouvi é que os gestores da CGD já eram mais fisclaizados e auditados do que qualquer outro gestor e só tinham que prestar contas ao acionista (que para esses crânios é o governo). Foi esse o entendimento que esses tipos explanaram e é fácil de entender que se o tinham devem-no ter transmitido ao abecerragem que acolitaram para dono da Caixa toda. Logo, não se armem em espertos e vejam se têm um assomo de decência e dêem o fora.

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub