Conjuntura Fórum para a Competitividade: OE é "mau" e economia abranda no terceiro trimestre  

Fórum para a Competitividade: OE é "mau" e economia abranda no terceiro trimestre  

O Fórum para a Competitividade critica o Orçamento do Estado, considerando que "não há consolidação orçamental estrutural".
Fórum para a Competitividade: OE é "mau" e economia abranda no terceiro trimestre  
Miguel Baltazar
Nuno Carregueiro 03 de novembro de 2017 às 13:34

A economia portuguesa deverá crescer entre 2,5% e 2,7% no terceiro trimestre deste ano, face ao mesmo período do ano passado, o que representa um abrandamento face à primeira metade do ano, período em que o PIB cresceu 3%.

 

A previsão é do Fórum para a Competitividade, que na Nota de Conjuntura de Outubro refere que os indicadores mais recentes "revelam uma evolução de certa forma mista, mas ainda assim apontam para alguma desaceleração, no terceiro trimestre, face à primeira metade do ano".

 

Na evolução em cadeia (terceiro trimestre contra os três meses anteriores) o Fórum para a Competitividade aponta para um crescimento entre 0,5% e 0,7%.

 

Ricardo Santos, economista do Fórum que assina o artigo, adianta que "grande parte do contributo positivo deverá vir do consumo privado e das exportações, incluindo o turismo, que continuarão a beneficiar do bom momento económico por que passam os principais parceiros económicos da área do euro".

 

Pela negativa destaca que o "investimento começa a dar sinais de alguma desaceleração, depois de dois trimestres relativamente fortes".

 

Para o conjunto do ano o Fórum mantém a estimativa que coloca o PIB a crescer entre 2,6% e 2,8%. Para 2018, a mesma fonte antecipa uma desaceleração da economia portuguesa, apontando para um crescimento do PIB entre 2,1% e 2,6%. Um desempenho que se deve "praticamente apenas graças ao contributo da procura interna".

 

Orçamento já poderia estar em equilíbrio

 

Na Nota de Conjuntura o Fórum para a Competitividade dedica um longo capítulo à análise da proposta do Orçamento do Estado (OE) para 2018, que é assinada por Joaquim Miranda Sarmento (na foto) e contém fortes críticas ao documento.

 

O economista assinala que no OE "não há consolidação orçamental estrutural. Pelo contrário, o défice estrutural está, na melhor das hipóteses a manter-se, embora possa agravar-se". Para Joaquim Miranda Sarmento, o Orçamento repete "a receita do passado: aposta num modelo de crescimento baseado no consumo e na dívida, e aumento da despesa pública estrutural (sobretudo salários e prestações sociais) com base em receita cíclica".

 

"Com uma política orçamental conservadora e prudente, Portugal teria já em 2017 atingido um equilíbrio orçamental nominal", critica o economista, que classifica este orçamento de "mau", apesar da cautela nas previsões macroeconómicas e em poucas mudanças na área fiscal, onde esperemos que seja abandonada a ideia de aumentar a taxa de IRC", que caso seja efectivado como pretende o PCP, colocaria a taxa máxima de imposto aplicado às empresas em 31,5%, "o valor mais alto dos países da União Europeia".

 

O Fórum dúvida que seja possível passar de um défice de 1,7% em 2017 para um défice de 1% em 2018 estimado pelo Governo. 

 

Segundo João Miranda Sarmento, a economia portuguesa está presa por "quatro grandes arames": uma política monetária expansionista do BCE [Banco Central Europeu], um crescimento moderado das economias europeias, o baixo preço do petróleo e um efeito de crescimento do turismo, pois embora outros sectores estejam também a crescer, o turismo sustenta parte considerável do crescimento.

 

Estes são "factores conjunturais que geram crescimento cíclico, que gera receita cíclica (ou menos despesa de juros no caso do BCE, que vai mantendo as taxas de juro historicamente baixas), que financia despesa estrutural", indica.




A sua opinião113
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo Há 2 semanas

A economia portuguesa, subjugada às vontades de revolucionárias mentalidades reinantes presas a um passado tão longínquo que parece o de outro mundo e ao peculiar sistema político-legal em vigor que dali resultou, frontalmente anti-mercado, delirantemente marxista, obtusamente proteccionista, irresponsavelmente keynesiano, convenientemente neoludita e criminosamente corrupto, não consegue criar condições para atrair o melhor e mais adequado talento e capital disponível a cada momento no mercado de factores externo, nem tão pouco fixar o que cá vai sendo gerado. Os custos desta ignóbil imprudência, assente na extracção de valor e avessa à criação daquele, são sobejamente conhecidos. observador.pt/2017/11/02/economia-portuguesa-esta-presa-por-quatro-grandes-arames/

comentários mais recentes
Anónimo Há 4 dias

???????? ????? ??????, ?? ?????? ??????? ?? ?????? ?????? ??????. ?????? ????? ??????????, ?????? ?? ???? ?????, ?? ???????? ?? ????? ?????. ?? ??? ????????????? ?????? ??????? ?????? ??????????? ??????. ?????????? ???????????? ???????????? ??????????? ????? ?????, ????? New Scientist, ????????? ???

Anónimo Há 4 dias

???????? ????? ??????, ?? ?????? ??????? ?? ?????? ?????? ??????. ?????? ????? ??????????, ?????? ?? ???? ?????, ?? ???????? ?? ????? ?????. ?? ??? ????????????? ?????? ??????? ?????? ??????????? ??????. ?????????? ???????????? ???????????? ??????????? ????? ?????, ????? New Scientist, ????????? ???

Anónimo Há 4 dias

?? ????? ???????????? ??????????????? ??????????? ??????? ???????? ??? ??????? ???????, ?????, ?????? ? ?????? ????? ?????????. ?? -??????, ???? ???????? ?????????? ? ?? ???????? ??????? ???????, ??????? ????? ????????? ?????????? ??????????? ?? ???????? ???????? ? ?????????? ?????, ??-??????, ?????

Anónimo Há 4 dias

?? ????? ???????????? ??????????????? ??????????? ??????? ???????? ??? ??????? ???????, ?????, ?????? ? ?????? ????? ?????????. ?? -??????, ???? ???????? ?????????? ? ?? ???????? ??????? ???????, ??????? ????? ????????? ?????????? ??????????? ?? ???????? ???????? ? ?????????? ?????, ??-??????, ?????

ver mais comentários
pub