Zona Euro Inflação na Alemanha aumenta para 1,5%. Juros sobem em toda a Europa

Inflação na Alemanha aumenta para 1,5%. Juros sobem em toda a Europa

A taxa de inflação na Alemanha subiu de 1,4% para 1,5%, quando os economistas antecipavam uma descida. Os juros da dívida dos países do euro estão a reagir.
Inflação na Alemanha aumenta para 1,5%. Juros sobem em toda a Europa
Reuters
Rita Faria 29 de junho de 2017 às 15:20

O crescimento dos preços na maior economia europeia voltou a surpreender este mês. Segundo os dados divulgados esta quinta-feira, 29 de Junho, pelo gabinete de estatísticas da Alemanha, a taxa de inflação subiu de 1,4%, em Maio, para 1,5% este mês, quando os economistas antecipavam uma descida para 1,3%.

Ainda que o crescimento dos preços esteja abaixo da meta do Banco Central Europeu (BCE) – fixada num nível abaixo mas próximo de 2% - esta subida reforça a perspectiva de que o banco central poderá começar a reduzir os estímulos à economia da Zona Euro.

Essa mesma convicção é evidente no comportamento dos juros da dívida da generalidade dos países do euro que, após a divulgação dos dados, iniciaram subidas expressivas.

Na Alemanha, a ‘yield’ associada às obrigações a dez anos avança 7,6 pontos base para 0,444%, o valor mais elevado em mais de um mês - desde 16 de Maio.

Em Espanha, no mesmo prazo, a subida é de 9,0 pontos para 1,519%, e em Portugal de 5,6 pontos para 3,037%. Em Itália, os juros disparam 10,5 pontos para 2,137%.

Os dados sobre a inflação na Alemanha são conhecidos dois dias depois de o presidente do BCE, Mario Draghi, ter admitido, no 4.º Fórum do BCE em Sintra, que os factores que estão a pesar sobre a inflação são "temporários". Ainda assim, Draghi sublinhou repetidamente que os estímulos monetários ainda são "necessários".

"As forças deflacionistas foram substituídas por forças reflacionistas. Embora ainda existam factores que estão a pesar na trajectória da inflação, estes são factores principalmente temporários que o banco central pode ignorar no médio prazo", assegurou. 

A taxa de inflação na Zona Euro será divulgada esta sexta-feira pelo Eurostat. A expectativa dos economistas consultados pela Bloomberg é que tenha desacelerado de 1,4%, em Maio, para 1,2% em Junho. 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub