Angola José Eduardo dos Santos deixa presidência de Angola em 2017

José Eduardo dos Santos deixa presidência de Angola em 2017

O Jornal Expresso adianta que a decisão será reafirmada hoje por José Eduardo dos Santos na reunião do comité central do MPLA.
José Eduardo dos Santos deixa presidência de Angola em 2017
Reuters
Negócios 02 de Dezembro de 2016 às 09:24

José Eduardo dos Santos vai deixar a presidência de Angola em Setembro de 2017 e a liderança do MPLA no ano seguinte, noticiou o Jornal Expresso, dando conta que a decisão foi reafirmada esta quarta-feira pelo próprio e será transmitida ao partido esta sexta-feira.

 

O presidente angolano, há 37 anos no poder, tinha revelado em Março deste ano que iria deixar a política activa em 2018, sendo que agora reafirmou esta decisão.

 

"Essa é a vontade expressa de alguns membros da sua família e temos que compreender e respeitar essa vontade" disse o governador de uma província do litoral, citado pelo Expresso.

 

A saída de Eduardo dos Santos, de acordo com a mesma fonte, deverá ser alvo de nova abordagem durante a reunião do comité central do MPLA prevista para esta sexta-feira. Isto depois de há quatro semanas o actual presidente ter feito saber que "não voltará a ser candidato do MPLA às eleições de 2017".

 

Numa reunião com a cúpula do seu partido, segundo o Expresso, Eduardo dos Santos já havia dito: "estou doente, já tenho o meu candidato e agora vocês que apresentem outros candidatos".

 

Segundo o jornal, Eduardo dos Santos apresentou pela primeira vez em documento escrito o nome do seu sucessor designado: João Lourenço, que é actualmente o ministro da Defesa e já desempenhou as funções de secretário-geral do MPLA.

 

Refira-se que logo após as eleições de 2012, que deram a vitória ao MPLA, se especulou sobre a saída de José Eduardo dos Santos a meio do mandato, cedendo o seu lugar na Presidência a Manuel Vicente, uma hipótese que nunca se materializou.

MPLA desmente rumores sobre estado de saúde de José Eduardo dos Santos

Nos últimos dias têm circulado várias informações, em alguma imprensa privada angolana e nas redes sociais, dando conta de problemas de saúde graves do líder angolano, de 74 anos e no poder em Angola desde 1979.

 

O MPLA desmentiu rumores sobre o estado de saúde do presidente do partido e chefe de Estado angolano, garantindo que José Eduardo dos Santos continua a cumprir a sua agenda normal.

 

Em nota de imprensa enviada à agência Lusa, em Luanda, o partido, no poder em Angola desde 1975, responsabiliza "círculos afectos a sectores da oposição ao MPLA e ao Governo angolano" por utilizarem as redes sociais para "especular" sobre o estado de saúde do Presidente da República.

 

"Nunca é demais repetir que, mediante o cumprimento da sua agenda, o camarada Presidente José Eduardo dos Santos tem dirigido, pessoal e directamente, os trabalhos dos órgãos e organismos de cúpula do MPLA e do Estado, nomeadamente as reuniões do Bureau Político (que hoje teve lugar) e do Comité Central do partido, do conselho de ministros e das suas comissões", lê-se no comunicado desta quinta-feira, 1 de Dezembro.




A sua opinião16
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Josefa Martins Há 3 dias

Tarde demais! ??

Miguel Diogo Há 3 dias

Não tem um mano tipo Raul

Ana Fernandes Há 3 dias

Quem acredita?

Nuno Alves Há 3 dias

Ditadores não fazem cá falta!

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub