Economia Portugal abre novo consulado pela primeira vez em mais de dez anos

Portugal abre novo consulado pela primeira vez em mais de dez anos

De acordo com a TSF, no início de 2018 Portugal vai abrir um novo consulado na China, o terceiro naquele país. A abertura desta representação diplomática vai ser a primeira em 13 anos.
Portugal abre novo consulado pela primeira vez em mais de dez anos
Reuters
Negócios 27 de dezembro de 2017 às 08:13

No início do próximo ano, Portugal vai abrir um novo consulado – o primeiro em 13 anos, de acordo com a TSF. A nova representação diplomática de Portugal vai estar localizada na cidade chinesa de Cantão e vai ser assim o terceiro consultado português na China (Pequim e Xangai são as outras duas cidades).

A cidade de Cantão é a capital da província de Guangdong, localizada no sul da China e a norte de Hong Kong. Cantão é uma das maiores cidades chinesas e é também a mais populosa desta província. Na província de Guangdong está também localizada a cidade de Shenzhen, conhecida por ser a casa de várias empresas, nomeadamente tecnológicas, como é o caso da Huawei.

O embaixador português na China, em declarações à rádio, explica que a abertura desta nova representação diplomática era uma ambição antiga uma vez que a região de Cantão é uma das mais prósperas da China. Já o cônsul André Sobral Cordeiro explica que abrir uma representação naquela cidade pode facilitar os contactos das empresas.

"Estar aqui o consulado permite que a parte burocrática das empresas seja tratada aqui, o que significa que as empresas, ao invés de terem de deslocar funcionários para irem tratar de coisas tão simples como o reconhecimento de uma assinatura ou fazerem uma procuração, podem fazer aqui. Isso permite-lhes ganhar imenso tempo e promover o negócio. Por outro lado, havendo um sítio que eles sabem que é uma imagem séria de Portugal, uma imagem oficial do país, sabem que podem bater à porta daquele sítio e que a informação que vão obter é uma informação fidedigna", disse à TSF André Sobral Cordeiro.

Segundo este órgão de informação, o Governo português aprovou a abertura deste consulado em Agosto de 2016. Contudo, o governo chinês demorou vários meses a aprovar esta decisão.




pub