Banca & Finanças Receitas das vendas da Comporta ficam retidas em Portugal
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Receitas das vendas da Comporta ficam retidas em Portugal

Portugal aceita a venda de bens do GES desde que as receitas fiquem na posse da justiça portuguesa. As autoridades nacionais fizeram também esse pedido ao Brasil, o que suspendeu a venda da fazenda de arroz e soja.
Receitas das vendas da Comporta ficam retidas em Portugal
João Paulo Dias
Diogo Cavaleiro 24 de janeiro de 2017 às 00:01

Os proveitos da venda da Comporta vão ficar em Portugal. Mais precisamente, serão alvo de arresto. Esta foi uma das condições impostas pela justiça nacional para permitir a alienação da herdade que pertencia

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais

A sua opinião5
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Magno Casimiro 24.01.2017

Cuidado com estes Bankinter. Já os consultei, e nada do que dizem, corresponde ao que anunciam. tenham em atenção tudo o que eles exigem. E a taxa de 1.25%, é uma completa vigarice.

AMLG 24.01.2017

Que pouca vergonha. Se está arrestado não pode ser vendido, ponto final. É óbvio que todos sabemos como é que estas vendas funcionam, tudo abaixo do valor de mercado para virem as comissões por fora e para as offshore. Que pouca vergonha. Pelo preço que venderem, eu compro, não se preocupem. O Estado devia era exercer o direito preferencial e comprar pelo preço que disserem que é o declarado. Estes sacanas destes salgados arranjam sempre maneira de corromper o pessoal do governo!

como os fotobolistas 24.01.2017

Vê-se mesmo que vai ser por um preço fictyício com o restante a circular por ofshores - Porque Razão o BP ou o Estado / ministro finanças não são eles a vender e arrestam primeiro ? está-se mesmo a ver : gatunos corrompidos pelos habituais "facilitadores de negócios"

johan 24.01.2017

com certeza se escanear bem as propriedades dele os bilhões que ele e os familiares roubaram está em containeres embaixo da terra bem escamoteados sem deixar de aplicar no minimo pena máxima pro ricardo ladrão e expulsão do país através de plebiscito dos 950 parentes /aparentados sem jamais poderem

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub
pub