Impostos Rui Rio sugere um novo imposto para pagar a dívida pública

Rui Rio sugere um novo imposto para pagar a dívida pública

O ex-presidente da Câmara do Porto Rui Rio sugeriu hoje uma redução do IVA, do IRS e do IRC para, em contrapartida, ser criado um imposto consignado ao pagamento dos juros da dívida pública.
Rui Rio sugere um novo imposto para pagar a dívida pública
Miguel Baltazar/Negócios
Lusa 12 de dezembro de 2016 às 21:01

"A minha pergunta é: não seria salutar que nós reduzíssemos o IVA, o IRS, o IRC, os três, só num, dois deles e, por contrapartida, criássemos um imposto, vou dizer uma palavra que tecnicamente não se pode dizer, mas para me fazer entender, consignado ao pagamento dos juros da dívida pública", questionou, enquanto moderador da mesa redonda "Economia e Fiscalidade no OE2017", realizada no Porto.

 

E acrescentou: "um imposto que teria, portanto, de dar uma receita no próximo ano de 8,3 mil milhões de euros".

 

Por contraposição, outros impostos baixariam em igual montante e, assim, não haveria aumento da carga fiscal, mas os portugueses saberiam que ao pagarem o imposto, aquela verba não seria para a saúde, educação e obras públicas, mas para pagar os juros decorrentes das dívidas contraídas há anos, considerou.

 

"Os impostos, penso que não podem ser consignados, mas o IMI também não pode ser para o Estado e vai ser uma parte dele para o Estado", disse.

 

Segundo Rui Rio, é importante que todos entendam que aquilo que se gasta hoje a mais vai ter implicações no futuro.

 

 




A sua opinião89
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado JCG 14.12.2016

Este tipo sai da tumba, regorgita uma medida meio parva meio para gozar com o pagode, e a manada dos comentadoresitos cai em cima da coisa como bando de abutres esfomeados em carcaça putrefacta

comentários mais recentes
126327238 Há 1 semana

Força Rui Rio.
O Santana que tivesse aproveitado quando foi Primeiro Ministro. que não se tivesse deixado manobrar pelo raposa. o Santana não tem pode de decisão. Não sei o que vai para lá fazer agora , se nunca conseguiu fazer nada.
Força Rui Rio . Mostra que és capaz.

Anónimo Há 1 semana

Os comunas fixaram o nome BPN e não se cansam....a conta disso já pagamos 1 BES um BANIF e uma CGD que financia o regime PS há anos....! Senhores toca a trabalhar e a ser honestos....vivo no estrangeiro e tento fazer boa figura, até tenho vergonha do país em que nasci....envergonhado e tive de emigr

Anónimo Há 1 semana

Com as pessoas que actualmente governam, isso é pura demagogia, cedo estaria esse dinheiro nas off shores .....nos bancos....e por aí fora...! Demagogia ....estamos fartos! Inventem um algoritmo sério, e vão lá buscar o homem que ganhou as eleições e deixem se de tretas.....! Sejamos reconhecidos...

Vasco Albano Há 2 semanas

São os políticos e seus amigos que criaram essa divida que esta sempre a aumentar ….dai começar por cortar em 50% os salários e reformas de todos os políticos, reduzir deputados em 50%... …a portuguesa os tapa buracos, tapa-se um buraco para abrir outro… voçês não podem ter dinheiro, está provado...

ver mais comentários
Saber mais e Alertas
pub