Política Marisa Matias: "Não é possível provar que ministro mentiu ao Parlamento"

Marisa Matias: "Não é possível provar que ministro mentiu ao Parlamento"

A dirigente bloquista e ex-candidata à Presidência sai em defesa de Mário Centeno, dizendo não haver provas que o ministro tenha mentido no caso António Domingues.
Marisa Matias: "Não é possível provar que ministro mentiu ao Parlamento"
Miguel Baltazar
Negócios 12 de fevereiro de 2017 às 11:08
Marisa Matias, no espaço habitual de comentário na TVI 24, diz que o reacender da polémica sobre o alegado compromisso de Mário Centeno com António Domingues para que este não entregasse as declarações de património e rendimentos ao Constitucional tem a ver com o ataque ao Governo pelos indicadores económicos conseguidos. "É a única frente de ataque da direita", declarou a ex-candidata à Presidência e dirigente do Bloco de Esquerda, que saiu em defesa de Centeno.

"Os dados não permitem fazer essa prova [de que Mário Centeno mentiu]", por isso clama o "benefício da dúvida", que "deve ser dado" ao ministro das Finanças que, lembra Marisa Matia, tem reiterado que não mentiu ao Parlamento.

"Nós só sabemos aquilo que é publico, e por isso não é possível provar que ministro mentiu ao parlamento", declarou, dizendo que o reacender desta polémica agora, ainda para mais quando Domingues já saiu da Caixa há algum tempo, tem a ver com estratégias políticas da direita, e nesse ponto Marisa Matias dá duas razões: liga este reacender ao anúncio de que o défice de 2016 ficou abaixo das previsões e que os indicadores económicos estão melhores que os de 2015. Por outro lado, acrescenta, "quanto mais tempo se arrastar a discussão à volta de Domingues mais tempo se adia a solução necessária de recapitalização da CGD, e todos sabemos que a opção da direita não é a de recapitalização, a preferência é a privatização".

Por isso, Marisa Matias diz que neste processo há aspectos que não são de trica política. Apesar do benefício da dúvida a Centena, a bloquista acaba por criticar todo o processo de nomeação de Domingues para a Caixa, apelidando-o de desastroso. 





A sua opinião25
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado jmsm2 12.02.2017

Até dá dó, ver o grau de domesticação a que esta "gente" foi submetida. E não se sentem mal com isso, o que é ainda mais grave.

comentários mais recentes
xxx 13.02.2017

Alguém tinha de saír em defesa do indefensável Centeno. Esta saíu-lhe o palito mais curto.

JCG 13.02.2017

Lamentável ó Marisa!
Consegue dormir bem com estas manifestações de desonestidade intelectual, inconsistência cívica e atropelo aos pilares básicos da democracia e da sociedade civilizada? Ou, intelectualmente, acha mesmo que os fins (supostamente bons) justificam todos e quaisquer meios?

pertinaz 12.02.2017

ESTA É MAIS UMA DITADORA QUE NÃO ENGANA NINGUÉM ...

Ciifrão 12.02.2017

Podia ter graça esta maneira de desviar o motivo da discussão, o problema é que a malta que está agora no poder não tem muito respeito pelo que diz: são uns mentirosos.

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub