Construção Governo escolhe o Barreiro para o novo terminal de contentores

Governo escolhe o Barreiro para o novo terminal de contentores

O Governo prepara-se para aprovar o porto de águas profundas no Barreiro, em detrimento da Trafaria, noticiou o “Sol”, citando fonte próxima do processo.
Governo escolhe o Barreiro para o novo terminal de contentores
Miguel Baltazar/Negócios
Negócios 28 de março de 2014 às 09:28

O projecto, que visa a construção de um terminal de contentores para aumentar a capacidade portuária em Lisboa, está incluído na lista de prioridades do Governo.

 

O “Sol” refere que esta opção será defendida no próximo Conselho de Ministros, na próxima quinta-feira, dizendo que “o Barreiro é mais provável que a Trafaria”, e que a obra “estará na condição de ser financiada por investidores privados”.

 

Como o Negócios noticiou em Janeiro, a possibilidade de construção do futuro porto de águas profundas da região de Lisboa no Barreiro está a ser estudada, como a alternativa ao projecto da Trafaria que o Governo já deixou cair.

 

Negócios sabe que esta é a localização que o Governo tem em estudo neste momento, a qual apresenta como principal vantagem o facto de o essencial das infra-estruturas ferroviárias e rodoviárias estar feito, o que reduz o investimento necessário.

 

Ao Negócios o presidente da Câmara do Barreiro, Carlos Humberto, confirmou que a construção do porto de águas profundas no concelho "é uma possibilidade forte" e que "a autarquia está receptiva", mas lembrou que "é necessário complementar com estudos" e "analisar impactos".