Banca & Finanças BCP adia pela segunda vez assembleia para subir limites de voto

BCP adia pela segunda vez assembleia para subir limites de voto

Apesar de a Fosun já ter acordo para entrar no BCP, o BCE ainda não deu resposta à Sonangol para superar os 20% no banco. Neste contexto, só a 19 de Dezembro há nova assembleia-geral.
BCP adia pela segunda vez assembleia para subir limites de voto
Miguel Baltazar/Negócios

Não será esta segunda-feira, 21 de Novembro, que os accionistas do Banco Comercial Português vão decidir aumentar, ou manter, o limite máximo de voto. Houve um novo adiamento na data da reunião. 

 

A nova data para a assembleia-geral é 19 de Dezembro para decidir um ponto que já esteve para ser deliberado a 9 de Novembro mas que foi adiado, nessa data, para 21 de Novembro. 

 

Este segundo adiamento, segundo apurou o Negócios, prende-se com a intenção de o banco conseguir obter o maior consenso possível na aprovação desta desblindagem. Uma procura de equilíbrio quando está em entrada um novo accionista.

 

A administração do BCP aprovou a entrada da Fosun, por 175 milhões de euros, operação que lhe dará 16,7% do capital. O investimento é feito através de um aumento de capital reservado ao grupo chinês, o que irá diluir a participação dos restantes accionistas, em que a Sonangol, Sabadell e a EDP são os mais representativos. Mas a Fosun pretende ainda chegar aos 30% do capital do banco. 

 

Também a Sonangol, que perde o lugar de maior accionista no banco, pediu autorização ao Banco Central Europeu para poder superar os 20%, o que fará com que não tenha uma posição tão distante do maior accionista do BCP.




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 20.11.2016

Quem foi trabalhar este fim de semana a preparar a assembleia é que não achará muita graça, excepto se lhes pagarem as horas extraordinárias, de trabalho para aquecer...

Ciifrão 20.11.2016

Negócio da China, por uma bagatela passam a controlar 16,7 das ações do banco.

pub
pub
pub
pub