Transportes Contribuintes têm de esperar dois dias para pedir factura dos passes dos transportes

Contribuintes têm de esperar dois dias para pedir factura dos passes dos transportes

O pedido de facturas digitais de passes nos transportes públicos, que permite a dedução em sede de IRS, só pode ser iniciado 48 horas após a aquisição. Passado esse intervalo, o cliente tem um prazo de cinco dias úteis para pedir o documento.
Contribuintes têm de esperar dois dias para pedir factura dos passes dos transportes
Bruno Simão/Negócios
Diogo Cavaleiro 02 de Janeiro de 2017 às 11:35

Os contribuintes têm de esperar dois dias para pedir a factura digital dos passes dos transportes públicos que compram. Facturas que, a partir de 2017, podem ser utilizadas para deduções em sede de IRS.

 

"As facturas só poderão ser emitidas 48h após a compra e durante os 5 dias úteis seguintes", assinalam no site oficial a Carris, o Metro e a Transtejo no seu site. Ou seja, os utentes que comprem um passe têm de aguardar 48 horas depois da aquisição para pedir a factura e, depois, têm um prazo de cinco dias úteis para o fazer.

 

No caso dos transportes da capital, a emissão da factura online pode ser feita através do digital Portal Viva, onde é necessário inscrever os dados referentes à rede de venda, ao número de cartão e a data do carregamento. É ainda exigida a resposta a duas perguntas de segurança.

 

A dedução é possível devido a uma alteração "a dedução em sede de IRS" que abrange apenas os passes (Navegante, combinados e intermodais)", e "não se aplica a bilhetes viagem, bilhetes diários e zapping".

 

A factura é integrada, em sede de IRS, nas deduções pela exigência de factura

Esta possibilidade é dada a partir de 1 de Janeiro de 2017, ano em que se verificou uma actualização tarifária que, em média, se cifra em 1,5%. 




A sua opinião17
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo Há 2 semanas


Comemorações Oficiais

Ladrões PS- PCP- BE - 40 ANOS A ROUBAR OS TRABALHADORES E PENSIONISTAS DO PRIVADO


MAIS UM ORÇAMENTO CRIMINOSO DA GERINGONÇA E DOS SEUS APOIANTES.

Mais despesa

Mais dívida

Mais juros

Mais impostos

MAIS DESIGUALDADE SOCIAL

comentários mais recentes
D X Há 2 semanas

Muito gostam eles de complicar a vida das pessoas. Aliás, a vida dos remediados, porque quem é rico não tem destas preocupações. Aguenta.

Jose Santos Há 2 semanas

ESTE PAIS É PURA E SIMPLESMENTE UMA ANEDOTA.

Anónimo Há 2 semanas

o estado e as empresas publicas podem tudo.... olha se num café se respondesse a ASAE que se quer factura volte dai a 2 dias

Anónimo Há 2 semanas

Só pode ser brincadeira!!! No mínimo o CEO da transportes de Lisboa devia pedir desculpas públicas aos seu utentes senão... demitir-se. DEmonstra um profundo desrespeito pelo cidadão, que mais uma vez deixa de ser pensado como uma PESSOA para ser um simples número.

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub