Telecomunicações CTT aumenta trabalhadores e fixa salário mínimo nos 600 euros

CTT aumenta trabalhadores e fixa salário mínimo nos 600 euros

O salário mínimo nos CTT vai passar a ser de 600 euros. No âmbito do acordo com os sindicatos, os trabalhadores que ganhem até cerca de 2.700 euros vão ter aumentos. E a subida, dependendo do que ganham, será entre 1% e 0,65%.
CTT aumenta trabalhadores e fixa salário mínimo nos 600 euros
Miguel Baltazar/Negócios
Negócios 28 de junho de 2017 às 17:31

Os CTT vão fazer actualizações salariais entre 1% e 0,65% aos seus trabalhadores, anunciou a empresa liderada por Francisco Lacerda.

Segundo comunicado, a revisão salarial foi acordada agora mas será retroactiva a 1 de Janeiro deste ano.

A actualização de 1% será dada a salários base mensais de até 1.267,2 euros. Os salários entre 1.267,21 e 1.889,6 euros terão um aumento de 0,75% e as remunerações entre 1.889,61 e 2.772,3 euros terão uma actualização de 0,65%.

Além disso, os CTT fixaram em 600 euros o valor mínimo dos salários na empresa.

Em comunicado, os Correios explicam que concluíram as negociações com os onze sindicatos, tendo o acordo sido esta quarta-feira, 28 de Junho, assinado. A actualização abrange não apenas os trabalhadores sindicalizados, mas todos os empregados, desde que não se oponham.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar