Aviação Fernando Pinto quer manter-se na TAP com nova administração

Fernando Pinto quer manter-se na TAP com nova administração

O CEO da TAP, Fernando Pinto, reconheceu esta terça-feira, 14 de Março, que gostaria de continuar à frente da companhia aérea após efectivadas as mudanças na sua administração.
Fernando Pinto quer manter-se na TAP com nova administração
Bruno Simão
Wilson Ledo 14 de março de 2017 às 17:57

"Um CEO deve gostar de ficar e devem querer que ele fique também. Estou muito bem, muito satisfeito com a empresa, muito realizado", afirmou à margem da cerimónia de celebração dos 72 anos da TAP.

Miguel Frasquilho é apontado como o futuro "chairman" da transportadora. Questionado sobre a escolha, Pinto recorda que a mesma ainda não é oficial mas dá o seu aval. "Respeitamos muito a pessoa do doutor Miguel Frasquilho", respondeu ao Negócios.


Já sobre o projecto para a abertura de uma pista complementar ao aeroporto de Lisboa no Montijo, o gestor descarta que a TAP possa contribuir directamente para esse investimento. "A TAP acha que já vem pagando por isso. Bastante. O crescimento foi muito forte nas taxas aeroportuárias nos últimos tempos", disse.

Fernando Pinto assegurou ainda que a transportadora tem participado, junto da ANA Aeroportos, nos estudos e análises para o Portela+1.


A TAP assinalou o 72.º aniversário com o baptismo dos aviões da TAP Express - antiga Portugália e que opera a ponte aérea entre Lisboa e Porto - com os nomes de distritos portugueses. Nestes voos também serão servidos produtos típicos nacionais.


"Quantas empresas no mundo têm 72 anos? Talvez não se conte pelos dedos das mãos", afirmou. Fernando Pinto lembra que a TAP tem "sobrevivido, crescido, desenvolvido" sobretudo depois da privatização, que permitiu uma injecção de capital e a renovação da frota.


Em 2016, a TAP transportou quase 12 milhões de passageiros, um número que vem impulsionado pela aposta no mercado "low cost". "Também estamos nele. E estamos ganhando essa competição", reforçou.

 
(Notícia actualizada às 18:33 com mais informação)




A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 14.03.2017

CUSTA-LHE A LARGAR O OSSO. VAI EMBORA E JÁ É TARDE, JÁ DEVIAS TER IDO HÁ MUITO TEMPO. JÁ TEMOS CÁ LADRÕES MAS TU N ÉS MELHOR

Conselheiro de Trump 14.03.2017

O querer ficar e uma coisa e ter merecido para continuar e outra.Quando e que a tap nos seus tempos deu lucros?Quantas vezes abdicou de se aumentar,bonificacoes e todo o tipo de mama?Vai-te embora sem olhares para traz.Viver a custa dos impostos que nao existem e aumentar divida sem interregno,RUA.

Bate recorddo alberto joão 14.03.2017

o tipo quer bater o record do alberto joão : não vê que só lá ficou porque os novos DDT ainda não conheciam os cantos á casa ?

pub
pub
pub
pub