Empresas Obama bloqueia compra de empresa chinesa por segurança nacional

Obama bloqueia compra de empresa chinesa por segurança nacional

Caso a venda da alemã Aixtron à chinesa Grand Chip seja mesmo travada, será a terceira vez que a Casa Branca bloqueia uma compra de um investidor estrangeiro por questões de segurança nacional
Obama bloqueia compra de empresa chinesa por segurança nacional
Negócios 02 de Dezembro de 2016 às 10:07
O presidente dos EUA, Barack Obama, está prestes a bloquear a compra da alemã Aixtron SE pela empresa chinesa Grand Chip Investment Gmbh por questões de risco à segurança nacional, avança a Bloomberg que cita fontes próximas do processo.

Obama deverá transmitir esta recomendação esta sexta-feira ao comité de investimentos estrangeiros dos Estados Unidos. Mas os pormenores do processo não são conhecidos.

Caso a venda da fornecedora de equipamentos de semicondutores no valor de 670 milhões de euros seja mesmo vetada, será a terceira vez que a Casa Branca bloqueia uma compra de um investidor estrangeiro por questões de segurança nacional, duas das quais durante o mandato de Obama.

Em 2012 o presidente dos EUA travou a construção de um parque eólico em Oregon pela chinesa Ralls Corporation pelos mesmos motivos. E o outro caso remonta 1990, quando o então presidente George W. Bush bloqueou a compra da MAMCO Manufacturing, fabricante de peças de aeronaves, por uma empresa chinesa.

Contactado pela Bloomberg o porta-voz da Aixtron, Guido Pickert, comentou apenas que a empresa está "em contacto com as autoridades competentes" e ainda estão a aguardar pela decisão final do negócio.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub