Aviação TAP vende Lojas Francas por 15,6 milhões à Vinci

TAP vende Lojas Francas por 15,6 milhões à Vinci

A TAP encaixou 15,6 milhões de euros com a venda de 51% do capital das Lojas Francas à Vinci, que antecipou o direito de opção de compra que terminava em 2020.
TAP vende Lojas Francas por 15,6 milhões à Vinci
Inês Gomes Lourenço/Correio da Manhã
Negócios 20 de junho de 2017 às 09:21
A TAP tinha já anunciado, em Novembro, que ia vender a participação de 51% nas Lojas Francas de Portugal (LFP). Esta terça-feira o Diário de Notícias revela o valor da operação: 15,6 milhões de euros, um valor que compara com os lucros de 17,5 milhões de euros reportados pelas LFP em 2015 e 2016. 

Os números foram dados pelo Ministério do Planeamento e das Infraestruturas, tutelado por Pedro Marques, que respondeu a perguntas apresentadas pelo PCP.

A venda da posição na empresa de vendas em aeroportos e a bordo nos aviões surge depois de a ANA - Aeroportos de Portugal - ter accionado o direito de opção unilateral que, segundo os contratos assinados, terminava em 2020.

Contudo, a Vinci, empresa que ganhou a privatização da ANA, decidiu antecipar esse direito de opção em 2017, uma possibilidade que estava contemplada nos contratos.

Antes disso, a Vinci tinha cancelado as licenças de exploração e gestão de lojas nos aeroportos, o que, de acordo com o mesmo jornal, precipitou a operação já que ou a empresa era vendida ou perdia a maioria do negócio.

A LFP foi fundada em 1995, emprega cerca de 400 trabalhadores e está presente em cinco aeroportos (Lisboa, Porto, Faro, Madeira e Açores) com 29 lojas, servindo também o programa de vendas a bordo da TAP.

A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Galvao Teles Há 1 semana

Admira-me Nessie nojo d love lingua nao haver duty free?? Como o esterco da lingua nao tem pronomes e advervios para se comunicarem,devem usar e abusar na lingua inglesa..!! That's new fashion pigs.??

pub