Turismo & Lazer Visita do Papa dá 95% de ocupação a hotéis de Fátima

Visita do Papa dá 95% de ocupação a hotéis de Fátima

Os dados da Associação da Hotelaria de Portugal mostram que Fátima esteve praticamente esgotada durante a visita do Papa Francisco em Maio. Alargada essa análise para Coimbra, o impacto dilui-se um pouco.
Visita do Papa dá 95% de ocupação a hotéis de Fátima
Reuters
Wilson Ledo 25 de julho de 2017 às 11:56

A hotelaria de Fátima registou uma taxa de ocupação de 95% entre 11 e 13 de Maio, correspondendo à visita do Papa Francisco. Tal compara com os 79% no mesmo período de 2016.

A conclusão é de um estudo da Associação da Hotelaria de Portugal (AHP) tornado público esta terça-feira, 25 de Julho. Na noite de 12 para 13, quando o líder da Igreja Católica esteve Fátima, o indicador subiu para os 99%.


No período analisado, o preço médio por quarto foi de 252 euros, o dobro do ano anterior. Na principal noite custou mais 20 euros. Portugal, Brasil, Itália, França e Reino Unido foram os países que mais se fizeram representar.


A análise da AHP alargou-se a Coimbra e à região de Leiria, Fátima e Templários. De 11 a 13 de Maio, no seu total, a ocupação atingiu os 79%, face aos 65% do ano anterior. Cada quarto custou em média 149 euros, acima dos 83 em termos homólogos.


Já na noite de 12 para 13, a ocupação subiu até aos 84%, com um preço médio de 166 euros, comprovando a concentração da procura.


Mais de metade dos hotéis inquiridos pela AHP em Coimbra dá ainda conta que a sua ocupação não se ficou a dever à visita do Papa. Neste destino específico, a ocupação atingiu os 86%, face aos 73% do ano anterior. O preço médio foi de 80 euros.


Os números da AHP vêm assim complementar os dados que já tinham sido divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística. Os mesmos davam conta que a região centro registou uma subida de 20,3% nas dormidas, para as 515 mil durante o mês de Maio. A evolução dos mercados externos foi ainda mais notória: 32%.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Só chulos Há 3 semanas

O tuga é chulo oportunista e tenta ficar rico do dia para a noite.

pub
pub
pub
pub