Bolsa Dividendo dos CTT não chega para atrair investidores
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Dividendo dos CTT não chega para atrair investidores

Após um período dourado, que se seguiu à estreia em bolsa, a empresa de correios inverteu a tendência positiva. Os receios em relação ao negócio dos correios, maior concorrência na venda de produtos e sustentabilidade do dividendo atiraram as acções para mínimos.
Dividendo dos CTT não chega para atrair investidores
Miguel Baltazar/Negócios

A estreia dos CTT na bolsa portuguesa , em Dezembro de 2013, trouxe uma lufada de ar fresco à praça lisboeta. Quatro anos depois da operação pública de venda (OPV) da empresa de correios, a "menina bonita" do PSI-20

)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião23
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo Há 6 dias

Economias de mercado ricas e desenvolvidas como a do Japão, capazes de criar valor consistentemente, não se deixam capturar por perniciosos interesses sindicais porque as reais oferta e procura de mercado não são opcionais. Isto atrai investidores. "The ministry has planned to slash some 15,000 postal service jobs by fiscal 2005." postandparcel.info/4689/news/japanese-postal-service-urged-to-cut-jobs-consolidate-post-offices/

comentários mais recentes
Anónimo Há 6 dias

Os CTT tem ter plano reestruturação profundo do lado operações, exonerar o Hernani DOP, velho e cansado, juntar CDP, exonerar os carteiros estão chefes, e colocar distribuir, criando grandes centros com gestores médios a gerir, reduzir contratação, as viaturas vup, e demitir Lacerda.

COMO É Q UM TIPO DESTES SE MANTÉM À FRENTE DOS CTT Há 6 dias

A mediocridade do CEO dos CTT, FRANCISCO DE LACERDA, é daquelas que, na Primária, se chamava de "palmatoada", isto é, uma imbecilidade de gestão.
Então não é que o homem, num tempo em que a Banca se defronta com um grave problema de gerar lucros, resolve criar, nos CTT, a valência de Banco ... ! ?

Anónimo Há 6 dias

Não me importava nada ser despedido dos CTT dinamarqueses, Suecos e noruegueses , nesses paíse vive-se bem no desemprego sendo claro nativo desses países

Anónimo Há 6 dias

Os CTT só vão ser bem geridos quando uma daquelas congéneres da Europa do Norte ou da América do Norte a comprarem. Até lá, mais da mesma pasmaceira do costume.

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub