Mercados Raize: "Não vemos desvantagem em cotar em Lisboa"
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Raize: "Não vemos desvantagem em cotar em Lisboa"

A fintech portuguesa pretende listar na bolsa nacional, na “Euronext Access” ou na “Euronext Growth”. Ao Negócios, Afonso Eça, um dos fundadores, salienta que: “somos uma empresa portuguesa e faz todo o sentido estar cotada em Lisboa”.
Raize: "Não vemos desvantagem em cotar em Lisboa"
Bruno Simão
Ana Laranjeiro 14 de dezembro de 2017 às 07:00

Raize, uma fintech portuguesa que disponibiliza uma bolsa de empréstimos onde os investidores  emprestam directamente às empresas, pretende entrar no mercado de capitais nacional.

Os primeiros passos nesse sentido já

)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
liberal encantador Há 3 dias

Não vêem desvantagem porque noutra bolsa nem são considerados. a empresa não tem valor! show me the money!!!

BCP : OPA A CAMINHO Há 3 dias

O BCP até ao fim deste mês estará a rondar os 38 cêntimos,a subida do rating Português,coloca o banco noutro patamar.Ate ao final 2018,entre bons resultados e melhorias de ratings, teremos o primeiro aumento das txs de juro(ouro sobre azul para a banca).

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
Saber mais e Alertas
pub