Economia Autoridade Tributária abre inquérito sobre viagem à China paga pela Huawei

Autoridade Tributária abre inquérito sobre viagem à China paga pela Huawei

A AT está a conduzir o inquérito para "verificação das circunstâncias que levaram à autorização e aceitação da viagem em questão".
Autoridade Tributária abre inquérito sobre viagem à China paga pela Huawei
Bruno Simão/Negócios
Lusa 26 de agosto de 2017 às 14:17

A Autoridade Tributária (AT) está a conduzir um inquérito sobre as circunstâncias que levaram destacados funcionários do Estado a aceitar uma viagem à China paga por uma associada da empresa Huawei, disse hoje à agência Lusa fonte do Governo.

A notícia foi avançada pelo semanário Expresso na sua edição papel, segundo o qual a multinacional Huawei pagou os custos das viagens de avião e da estada na China a seis funcionários dos ministérios da Saúde e das Finanças, em 2015. Porém, o jornal explica hoje na edição on-line que foram parceiros da empresa e não esta diretamente que terá custeado a viagem.


Contactada pela Lusa, fonte do Ministério das Finanças indicou que a AT está a conduzir o inquérito para "verificação das circunstâncias que levaram à autorização e aceitação da viagem em questão".


De acordo com o semanário, uma viagem realizou-se entre 02 e 06 e de junho de 2015, envolvendo cinco dirigentes do Ministério da Saúde. Em fevereiro do mesmo ano, outro destacado funcionário do Estado, Carlos Santos, da AT, viajou para a China "com tudo pago".


O jornal cita uma fonte ligada ao processo, segundo a qual a empresa de telecomunicações pagou "tudo, mesmo tudo", incluindo a alimentação.


A viagem incluiu uma visita ao Hospital de Zheng Zhou para observar como funciona o sistema de telemedicina da unidade e outra à sede da tecnológica em Shenzhen, perto de Hong Kong.


"Os altos quadros dos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS) que viajaram a convite são Artur Trindade Mimoso, vogal executivo do conselho de administração, Nuno Lucas, diretor de sistemas de informação, Ana Maurício, diretora de comunicação, Rui Gomes, diretor de sistemas de informação e Rute Belchior, diretora de compras", lê-se na notícia do Expresso.


A Lusa questionou igualmente o Ministério das Finanças sobre estes nomes e outros que possam estar envolvidos, mas não obteve qualquer resposta a este respeito.


Os SPMS confirmaram ao jornal a deslocação "suportada pela entidade que organizou a visita", justificando-a com "objetivos prioritários" de adquirir e partilhar conhecimentos sobre "os recursos, modelos e estratégias diferenciadoras utilizadas no âmbito da telemedicina".


O jornal acrescenta que Carlos Santos, chefe de equipa multidisciplinar de 2.º nível do Núcleo de Sistemas Distribuídos, da AT, foi convidado para participar numa cimeira de tecnologia no quartel-general da Huawei, de 09 a 14 de fevereiro de 2015, estando em curso um inquérito interno para "o mais completo apuramento dos factos".

 




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
General Ciresp Há 3 semanas

Oh diabo o pequenote da alface fresca amanha vai ter aqui pano para mangas no jornal da sic.Afinal ele acertou nos secretarios de estado q tinham de abandonar o cargo,so nao estaria ha espera q durasse tanto.So falta saber se estes caralhos MAMOES mamam ate tarde,ou fazem pela primeira vez na vida.

pub
pub
pub
pub