Economia Caça proibida ou limitada nas zonas afectadas pelos incêndios

Caça proibida ou limitada nas zonas afectadas pelos incêndios

A caça vai ser interditada ou reduzida nas zonas afectadas pelos incêndios, afirmou esta terça-feira o secretário de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural à agência Lusa, depois de se reunir com associações de caçadores.
Caça proibida ou limitada nas zonas afectadas pelos incêndios
Vitor Mota/Correio da Manhã
Lusa 31 de outubro de 2017 às 21:27

"Tivemos hoje a oportunidade de discutir, com as organizações do setor da caça, aquilo que consideramos mais importante nesta altura para a interdição da caça nas zonas ardidas", disse Miguel Freitas.

 

As medidas incluem a interdição absoluta da caça em todo o perímetro de grandes incêndios, acima de mil hectares, e da caça sedentária nos concelhos onde arderam mais de 50% da área.

 

Já nos distritos mais afectados, é reduzido o número de dias de caça às espécies migratórios de três para dois. Destes dias, um será domingo, o outro as associações escolhem, adiantou o secretário de Estado

 

Miguel Freitas acrescentou que o Governo também decidiu "estimular as associações de caçadores" para tomarem uma posição de autogestão.

 

"Algumas associações já nos comunicaram que tomaram a decisão de não caçar. Nestes casos, vamos isentá-las do pagamento de taxas ao ICNF" (Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas), revelou. 




pub