Economia Forbes: Três portugueses entre os mais ricos do mundo

Forbes: Três portugueses entre os mais ricos do mundo

A lista Forbes dos mais ricos do mundo continua a contar com três portugueses. Este ano, a presença de Portugal na lista aumentou, com um nome de um estrangeiro que vive em território nacional.
reuters, bloomberg reuters, bloomberg reuters, bloomberg reuters, bloomberg reuters, bloomberg reuters, bloomberg reuters, bloomberg reuters, bloomberg reuters, bloomberg reuters, bloomberg reuters, bloomberg reuters, bloomberg reuters, bloomberg reuters, bloomberg reuters, bloomberg reuters, bloomberg reuters, bloomberg reuters, bloomberg reuters, bloomberg reuters, bloomberg reuters, bloomberg reuters, bloomberg reuters, bloomberg
Sara Antunes 20 de março de 2017 às 12:56

Américo Amorim continua a liderar a riqueza em Portugal, apesar de ter recuado 16 posições no "ranking" geral, passando a ser o 385.º mais rico do mundo, numa lista que é liderada pelo quarto ano consecutivo por Bill Gates. A Forbes publicou o "ranking" dos mais ricos do mundo esta segunda-feira, 20 de Março.


Já a riqueza do empresário nortenho aumentou entre 2016 e 2017 em cerca de 300 milhões de dólares (280 milhões de euros) para um total de 4,4 mil milhões de dólares.

 

Além de Américo Amorim, surgem mais dois nomes portugueses na lista. E ambos do sector do retalho.


Alexandre Soares dos Santos, surge em 745.ª posição, com uma fortuna avaliada em 2,7 mil milhões de dólares, mais cerca de 600 milhões do que o valor de 2016. O do "Pingo Doce" melhorou também no "ranking", já que no ano passado tinha ficado no 854.º lugar.

 

Em terceiro, e último, surge Belmiro de Azevedo, encontrando-se na posição 1.376, com uma fortuna avaliada em 1,5 mil milhões de dólares. O líder histórico da Sonae "perdeu" cerca de 100 milhões de dólares no último ano e caiu várias posições na lista. Em 2016 encontrava-se na 1.121.ª posição.

Na lista da Forbes, quando se pesquisa por Portugal, além destes três nomes, que têm renovado todos os anos a sua presença no "ranking", surge ainda um quarto nome. Não se trata de um português, mas sim de um estrangeiro que, cujas "notícias" apontam para que viva entre Londres e Portugal, realça a Forbes. Este empresário foi herdeiro de negócios da família: o operador de gás Disa, das ilhas Canárias, e a cervejeira espanhola Damm. À semelhança dos empresários portugueses, Demetrio Carceller Coll já passou os negócios ao seu filho. A sua fortuna está avaliada em 2,1 mil milhões de dólares, ocupando a 973.ª posição do "ranking".




A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Cascão 04.05.2017

Só a roubar e pagando mal aos seus trabalhadores é que fazem fortunas destas, a continuar assim um dia o povo se revolta é uma vergonha os 8 mais ricos do mundo tem tanto rendimento como 48 por cento do planeta.

Eldebério Santos 22.03.2017

Nunca desistirei de ver aqui o meu nome em letras gordas

Anónimo 21.03.2017

Esqueceram-se de mim, não sou um homem rico mas sou um rico homem , ....é o que diz a minha mulher.

Anónimo 21.03.2017

Pena que o seu patriotismo seja pouco relevante para o pagamento de todos os impostos em Portugal...

pub