Política PS sobe nas intenções de voto. PSD com o melhor resultado desde Fevereiro

PS sobe nas intenções de voto. PSD com o melhor resultado desde Fevereiro

Depois de três meses consecutivos a perder nas sondagens, o PS volta a subir nas intenções de voto. Mas não é o único. O PSD subiu, pelo terceiro mês consecutivo. É a CDU que mais se ressente na sondagem da Aximage de Dezembro, registando o pior desempenho desde Março.
PS sobe nas intenções de voto. PSD com o melhor resultado desde Fevereiro
Miguel Baltazar
Sara Antunes 08 de dezembro de 2017 às 20:30

O PS conquistou mais intenções de voto em Dezembro. 39,9% dos inquiridos pela Aximage, numa sondagem realizada para o Correio da Manhã e para o Negócios, revelaram intenção de votar no partido de António Costa. Um valor que corresponde a um aumento face aos 39,1% registados em Novembro.

 

Este é o primeiro aumento das intenções de voto no PS desde Julho. Nos últimos meses, os eleitores terão reflectido nas suas intenções de voto episódios que acossaram o Governo, com especial incidência nos incêndios que, desde Junho, vitimaram mortalmente mais de 100 pessoas.

 

Já o PSD voltou a conquistar mais eleitorado, com 26,1% dos inquiridos a mostrarem vontade de votar no partido que está em processo de escolha do seu líder: Pedro Santana Lopes ou Rui Rio. Este é o terceiro mês consecutivo de melhoria das intenções de voto do PSD, com o partido a conseguir mesmo o melhor resultado de sondagens desde Fevereiro.

 

A crescer está também o Bloco de Esquerda, com o partido liderado por Catarina Martins a conquistar 9,3% das intenções de voto. Em Novembro, o partido tinha conseguido 8,7%.

 

Já a CDU surge em quarto lugar, registando uma queda acentuada. Na sondagem de Novembro, a coligação PCP/Verdes registava 8,6% das intenções de voto. No inquérito publicado esta sexta-feira, esta percentagem desce para 7,5%, o pior resultado desde Março.

 

O CDS também perdeu votos, conquistando 6,5% dos inquiridos, menos do que os 6,7% registados em Novembro.

 

No que respeita aos líderes partidários, Catarina Martins é a que recolhe melhor avaliação, conquistando 11 valores, numa escala de 0 a 20. E só há mais um líder a conseguir nota positiva: António Costa, com 10,9 pontos. O líder do PCP registou uma nova quebra na avaliação, com Jerónimo de Sousa a conquistar 9,1 valores. Assunção Cristas também tem uma avaliação negativa (8,7 pontos), mantendo assim a mesma nota de Novembro. Passos Coelho continua a merecer dos eleitores a pior nota: 5,2 pontos. Ainda assim, o ainda líder do PSD viu subir a sua avaliação.

 

Há um político que continua a merecer uma avaliação muito positiva dos portugueses: Marcelo Rebelo de Sousa. Apesar de se ter afastado dos 19 valores que há um ano verificava, o Presidente da República continua a ter uma nota amplamente positiva: 17,9, com 84,8% dos inquiridos a considerarem que o chefe de Estado esteve "bem" no último mês. Apenas 6,9% dos inquiridos considera que esteve "mal".

 

No que se refere aos ministros, Mário Centeno continua a dominar a percepção dos portugueses, conquistando, de longe, a melhor avaliação face aos seus colegas de Governo. 


(Correcção: Onde se lia Pedro Passos Coelho ou Rui Rio deve ler-se Pedro Santana Lopes ou Rui Rio)



A sua opinião24
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
Marita Bastos 29.12.2017

Nesta sondagem do início de Dezembro, os dois PIORES PARTIDOS - PCP e CDS - perderam pontos, MERECIDAMENTE!
E cada um deles continuará nesta escalada DECRESCENTE: - PCP, devido ao incentivo de GREVES e ARRUAÇAS.
CDS devido à DEMAGOGIA / POPULISMO /OPORTUNISMO DA INTRAGÁVEL / DESLUMBRADA CRISTAS.

Mateus 11.12.2017

A direita junta dá 32%, pouquinho (felizmente)

Bela 10.12.2017

Com a saída do Passos de deputado e da liderança do PSD tudo melhora para este partido. Quem é que vai pagar os 6 milhões da Tecnoforma que este "senhor" administração?

Invicta 10.12.2017

Duvido que seja sorte do povo ter este governo. Será talvez, mais uma desgraça do povo, iguais a tantas outras pela mão do PS.

ver mais comentários
pub