Política Marcelo felicita Passos e Costa pela saída do procedimento de défice excessivo  

Marcelo felicita Passos e Costa pela saída do procedimento de défice excessivo  

O Presidente da República felicitou hoje o actual primeiro-ministro, António Costa, e o anterior, Pedro Passos Coelho, considerando que a decisão de encerramento do Procedimento por Défice Excessivo (PDE) foi possível "pelo trabalho dos respectivos governos".
Marcelo felicita Passos e Costa pela saída do procedimento de défice excessivo  
Bruno Simão/Negócios
Lusa 22 de maio de 2017 às 16:34

Segundo uma nota divulgada na página da Presidência da República, Marcelo Rebelo de Sousa também "já falou ao telefone com o presidente da Comissão Europeia" a propósito deste processo, "tendo transmitido a Jean-Claude Juncker a alegria pelo reconhecimento dos esforços e sacrifícios dos portugueses".

 

A Comissão Europeia recomendou hoje ao Conselho de Ministros das Finanças da União Europeia (Ecofin) o encerramento do Procedimento por Défice Excessivo (PDE) aplicado a Portugal desde 2009.

 

Na sequência desta decisão, foi divulgada na página da Presidência da República na Internet uma nota dando conta de que "o Presidente da República felicitou hoje o primeiro-ministro António Costa e o anterior primeiro-ministro Pedro Passos Coelho, pelo trabalho dos respectivos governos que permitiram a decisão hoje tomada".

 

Numa segunda nota, sobre o contacto telefónico com Jean-Claude Juncker, lê-se que Marcelo Rebelo de Sousa transmitiu ao presidente da Comissão Europeia, além da sua "alegria", a certeza de que o compromisso dos portugueses em matéria orçamental "prosseguirá".

 

Hoje, a Comissão Europeia defendeu que Portugal deve garantir que a correcção do défice excessivo é duradoura e considerou que "serão necessárias mais medidas a partir de 2017" para cumprir as regras do Pacto de Estabilidade e Crescimento (PEC).

 

Portugal terá, assim, de "prosseguir o seu esforço orçamental em linha com as exigências do braço preventivo do PEC, o que implica um esforço orçamental substancial em 2018", acrescentou o executivo comunitário.

 

 

 

 




A sua opinião5
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
viriato à Pedrada 24.05.2017

Miguel Júdice disse hoje na TV que MRS quer "sangrar" o PS, isto é, tem medo que o PS venha a ser um partido maioritário, pelo que quer que o PSD suba e reafirma que os êxitos económicos são obra dos dois governos, o que nunca foi verdade para Passos Coelho que vaticinou que a política do PS.

A justeza do cargo do PR. implica neutralidade 22.05.2017

e isso só se consegue levando-a até ás ultimas consequências. Se alguém quer ser imparcial, basta seguir os acontecimentos e valoriza-los ou não. No caso em apreço. MC. não pode e muito menos deve, misturar alhos com bugalhos. PPC. trouxe miséria e precaridade. AC tem recuperado tudo isso e muito ma

Conselheiro de Trump 22.05.2017

Sempre me disseram:e melhor ABRIR a mao,do que andar com ela ESTENDIDA.Quem abre e porque pode,quem anda com ela estendida anda a merce.Selfie,selfie enganaste 80% dos portugueses com prabablidade de enganar os outros 20% que ainda faltam.

Vitor 22.05.2017

Fez bem. Quando falam em público é o esforço dos portugueses. Quase 10 anos de sacrifícios. Os portugueses. Nem Passos, nem Costa, mudaram uma única coisa que fosse para o país ser diferente e melhor. Paga mais imposto quem menos ganha. Mas o pior é mesmo o mérito: ganha menos quem mais trabalha e isso é inaceitável. Este governo de Esquerda está ao nível da gigantesca bos ta que foi o anterior da Direita. Enquanto estiverem militares, com idade para trabalharem, em casa a receberem 100% do ordenado pago, ainda por cima pago por os que se levantam às 6 da manhã para vergarem a mola a sério, quero que todos estes partidos vão ...

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub