Indústria Administração da Navigator descarta pagar dividendo extra com venda nos EUA

Administração da Navigator descarta pagar dividendo extra com venda nos EUA

O CEO da Navigator considera que a política de dividendos do grupo deve ser independente da operação de venda do negócio de pellets nos EUA.
Administração da Navigator descarta pagar dividendo extra com venda nos EUA
Miguel Baltazar/Negócios
Maria João Babo 14 de fevereiro de 2018 às 15:24

O presidente executivo da The Navigator Company, Diogo da Silveira, considera que a venda do negócio de pellets nos Estados Unidos deve ser "independente" da política de dividendos do grupo.

 

Aos analistas, na conferência telefónica de apresentação dos resultados de 2017, Diogo da Silveira começou por salientar que "a decisão sobre dividendos cabe aos accionistas", mas acrescentou que o entendimento da administração da Navigator "é que a política de dividendo seja independente" da venda dessa operação.

 

A possibilidade de o grupo  distribuir um dividendo extraordinário pelos seus accionistas com o dinheiro da venda do negócio de granulados de madeira nos Estados Unidos foi avançada pelo BPI numa nota de análise divulgada no início de 2018, depois de a Navigator ter anunciado a celebração de um contrato de compra e venda no final de 2017.

 

Só dias depois é que a produtora de pasta e papel avançou que o valor global da transacção é de 112,19 milhões de euros e que representa um ganho estimado de 16,6 milhões de euros (antes de impostos) face ao valor dos activos alienados no balanço.

 

Os analistas do BPI afirmaram, na altura, que  o encaixe terá essencialmente dois destinos: "impulsionar um novo plano de negócios" e distribuição de um dividendo extraordinário.

 

Na conferência telefónica com analistas, Diogo da Silveira disse que depois dos dois investimentos que o grupo tem em curso – na Figueira da Foz e em Cacia –  não há mais nenhum novo projecto aprovado.

 

"Neste momento não temos mais nenhum investimento aprovado na administração, mas temos algumas ideias", afirmou o CEO da Navigator, manifestando a intenção de "encontrar novas oportunidades para investir".




pub